Edição # 87 - Fevereiro de 2015 / Shevat - Adar, 5775
 Morte de Alberto Nisman - Justiça não deve ser adiada... ou negada
A World Union for Progressive Judaism se une à liderança do nosso movimento na América Latina ao expressar o choque e o horror quando soubemos da morte de Alberto Nisman, principal promotor na procura pela verdade por trás do atentado contra o prédio da AMIA (Centro Comunitário Judaico) em Buenos Aires há mais de 10 anos, que resultou na morte de 85 vítimas inocentes e deixou centenas de indivíduos com ferimentos graves. Nos ânimos à comunidade judaica na América Latina ao exigir uma investigação completa da causa da morte do promotor.

Alberto Nisman era um homem notável, que buscou incessantemente a verdade, independentemente de motivação ou consequência política. O ataque à AMIA em 18 de julho de 1994 atingiu toda a comunidade judaica – mas basicamente foi um ataque contra os conceitos críticos de liberdade de religião e pluralismo, parte dos princípios mais importantes da World Union for Progressive Judaism.

Enquanto essa trágica morte poderá atrasar a justiça que todos procuramos, e pela qual Alberto Nisman dedicou a sua vida, nós rezamos para que a justiça vença no fim – e que possamos descobrir a verdade sobre os responsáveis pelo ataque à AMIA, e a verdade por trás da morte do promotor Nisman. Os responsáveis precisam ser responsabilizados.



Rabino Daniel H. Freelander
Presidente WUPJ
Michael Grabiner
WUPJ Chairman
Raul Gottlieb
WUPJ-LA Chairman
Miriam Vasserman
WUPJ-LA Vice Chair

 WUPJ se manifesta sobre ataques terroristas em Paris
O assassinato de 12 pessoas na sede do jornal Charlie Hebdo, em Paris, no último dia 7 de janeiro, e de mais quatro consumidores que estavam em um supermercado kasher dois dias depois se preparando para o Shabat foram veementemente condenados pelas lideranças da WUPJ em todo o mundo.

"Nos unimos às congregações francesas ao expressar nosso horror perante os assassinatos em Paris. Este ato abominável levanta a preocupação de todos os valorizam a liberdade de expressão e a diversidade religiosa. Nosso futuro depende, em última instância, da determinação dos governos para defender o pluralismo e mostrar que não haverá tolerância com esse tipo de violência", afirmou o rabino Daniel H. Freelander, presidente da WUPJ em nota oficial.




 Connections 2015 – Uma oportunidade única de refletir sobre o judaísmo da atualidade



A programação da 37ª. Convenção Internacional Connections 2015 já está praticamente fechada. O encontro ocorre de 13 a 16 de maio, no Rio de Janeiro, um dos principais marcos do judaísmo progressista no mundo inteiro.

As inscrições já estão abertas e todos os detalhes sobre Connections 2015 estão no site. No link é possível conferir a prévia da programação.

Antes mesmo da abertura oficial, no dia 12 de maio, serão realizados encontros de lideranças da WUPJ, rabinos, jovens e o Lashir Benefesh (com músicos e chazanim).

Durante a conferência, serão realizadas mais de 20 sessões com debates sobre a visão do judaísmo progressista a respeito de temas religiosos e a contemporaneidade.

Não perca tempo! Faça sua inscrição agora mesmo, com preços especiais até o dia 15 de fevereiro! Clique aqui.
 Mifgash em Connections – Encontro de jovens judeus latino-americanos




 Seminário Bergman para Educadores Judeus - "Criando conexões significativas"
Para educadores judeus de escolas judaicas e congregações progressistas e liberais de todo o mundo.

Mais uma edição do "The Bergman Seminar for Progressive Jewish Educators" será realizada de 2 a 12 de julho de 2015, em Israel, com o tema "Criando conexões significativas". O curso combina aulas, leitura de textos e visitas a diversos locais onde o conteúdo dos estudos pode ser vivenciado na prática. O currículo multidisciplinar inclui conceitos relacionados à cultura, espiritualidade, linguagem, história e memória, além de tratar dos temas comuns e das diferenças das comunidades judaicas em Israel e na Diáspora. Também serão explorados os três componentes centrais da existência judaica: o povo judeu; a Torá e o Estado de Israel.

A programação completa do seminário e ficha de inscrição estão disponíveis no site. Mais informações e inscrições podem ser obtidas pelo e-mail saltz@wupj.org.il ou contato@wupj-latinamerica.org.




 Presença brasileira no encontro mundial de jovens
Com a colaboração da WUPJ-LA, a Colônia da CIP (www.facebook.com/colonia.dacip) foi representada pelo madrich Ariel Kövesi no seminário mundial da Tnuá Netezer Olami, realizado em janeiro, em Jerusalém.

Na opinião do jovem, "a Veidá Netzer Olamit 2015 foi uma grande oportunidade de aprendizado e trocas de experiências. Além de aprender novas dinâmicas tnuati e conceitos para trazer à Colônia da CIP, pude compreender melhor sobre comunidades judaicas de diferentes partes do mundo".

Junto com Kövesi, participaram representantes de comunidades judaicas progressistas dos Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Alemanha, Espanha, Ucrânia, Bielo-Rússia, Rússia, Grã Bretanha e Israel.





 Um novo espaço de estudos judaicos do TaMaR
 para jovens da América Latina e Espanha discutirem nossas fontes!




 Celebrando Tu B'Shevat - "ano novo das árvores judaico"
O feriado é observado no dia 15 (tu) do mês hebraico de Shevat (Fev. 3-4 em 2015). Estudiosos acreditam que originalmente Tu B'Shevat era um festival agrícola, marcando o início da primavera. O feriado também se tornou um festival de plantio de árvores em Israel, em que os israelenses e judeus ao redor do mundo plantam árvores em honra ou em memória de seus entes queridos e amigos.

Atividades dinâmicas e com conteúdos atraentes para esta ocasião poderão ser encontradas no suplemento "Beit Haam": LINK editado em espanhol e português pelo Congresso Judaico Mundial (WZO - World Zionist Organization).




 Novidades em Santa Catarina
A Associação Israelita Catarinense (AIC) realizou um Cabalat Shabat festivo em janeiro em sua nova sede para saudar também a nova diretoria da instituição, com Rosita Schimid assumindo o cargo de presidente.

 ARI comemora 73 anos


A Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI-RJ) comemorou 73 anos de existência no dia 13 de janeiro, com destaque para a terceira geração da liderança comunitária. "Honramos a memória da primeira geração recordando seus feitos.

A segunda geração está se aposentando; nossos dirigentes hoje são da terceira geração. O fato de a maioria da geração atual não ter vínculos familiares com a primeira atesta a visão dos pioneiros e a pujança da ARI. As missões se modificam continuamente, mas o objetivo LATORÁ, ULCHUPÁ UL'MAASSIM TOVIM é contínuo", afirma Silvio Harburger, um dos mais antigos ativistas da ARI.

 Perguntas e respostas do judaísmo progressista

Estou familiarizado com um seder de Pessach, mas o que é o seder de Tu B'Shevat?

No século XVII, os cabalistas criaram um ritual para Tu B'Shevat semelhante a um seder de Pessach. Eles se reuniam para uma refeição com vários pratos compostos por furtas associadas à Terra de Israel. O costume é incluir no seder de Tu B'Shevat alimentos que incluem frutos de três classificações: frutas com cascas (laranjas), frutas com caroço (tâmaras) e frutas que são totalmente comestíveis (uva passa).

Resposta adaptada do texto do rabino Victor Appel,
em http://www.reformjudaism.org/practice/ask-rabbi