Edição # 85 – Dezembro de 2014 / Kislêv-Tevet, 5775.

 WUPJ-LA tem nova Diretora Executiva
Cheshvan (o mês judaico subsequente ao mês de Tishrei em que comemoramos as Grandes Festas, Sucot e Simchat Torá) é o mês que não há nenhum chag (festa), e por isso ele é conhecido como Mar-Cheshvan (Cheshvan amargo). Há alguns anos, alguns profissionais e voluntários comunitários se declararam como "apaixonados" por este mês, já que conseguem "trabalhar ininterruptamente". Aproveitando todo este tempo extra, a WUPJ Latin America trabalhou muito para trazer algumas novidades.

Gostaríamos de compartilhar com todos que nosso querido diretor executivo Sergio Napchan está de saída para se juntar à equipe da Conib (Confederação Israelita do Brasil), em uma nova etapa de sua carreira. Ele continuará ativo e envolvido nas atividades da WUPJ, o que é ótimo! Desejamos a ele muito sucesso e nosso mais profundo agradecimento por todo o trabalho realizado até agora.

Nossa nova diretora iniciou seus trabalhos em novembro de 2014, Karin Cukierman Zingerevitz vive em São Paulo com sua família (Rabino Rogério, Tali e Yoni). Ela tem vasta experiência na comunidade paulista e latino-americana, bem como na comunidade norte-americana. Karin é engenheira e designer de formação e tem um mestrado em Administração Pública pela USC, e outro em Administração de Organizações Não-Governamentais Judaicas pela HUC-JIR, em Los Angeles. Karin também estudou no Leatid – 5ª. Promoção e em diversos seminários judaicos pelo mundo.

Karin dará continuidade ao trabalho da WUPJ junto aos voluntários e profissionais e a todas as entidades afiliadas e seus membros, fortalecendo cada organização e se dedicando a expandir e divulgar os projetos e programas oferecidos pela nossa organização.


Assim sendo, ela estará entrando em contato com cada entidade associada a fim de se familiarizar com a realidade de cada uma, entendendo melhor suas necessidades, e como a WUPJ pode oferecer soluções e propostas para seus projetos, demandas organizacionais, fomentando parcerias e crescimento institucional.

BRUCHÁ HABAÁ – SEJA BEM VINDA!
Raul Gottlieb    Miriam Vasserman

 Liderança renovada na comunidade brasileira
Confederação Israelita do Brasil –, importante parceira da WUPJ Latin America em diversas iniciativas, elegeu sua nova diretoria para o triênio 2014-2017, tendo o advogado Fernando Lottenberg, de São Paulo, como seu novo presidente.

A eleição dos novos diretores ocorreu durante a 45ª Convenção Anual da Conib, realizada no clube A Hebraica de São Paulo, com representantes das comunidades judaicas de 14 Estados brasileiros, sendo muitos deles de congregações fortemente vinculadas à WUPJ.

O grupo discutiu temas relevantes, e muitos convergentes com as premissas do judaísmo progressista, como o aprimoramento da educação judaica formal e não formal, segurança, processos de conversão, estratégias de comunicação nas redes sociais e censo comunitário.

 Cerimônia de Bar e Bat mitzvá muito especial


O professor Mariano del Prado, da Asociación Israelita de las Pampas (AIP), na Argentina, não esconde o orgulho dos frutos colhidos com o curso "Judaísmo com vivência e com sentido", que culminou com a realização da cerimônia de Bar e Bat mitzvá de 17 bnei mitzva adultos (como os representados nas fotos) na localidade de Rivera, Província de Buenos Aires.


Como não poderia deixar de ser, a ocasião foi marcada
por uma bonita festa, que reuniu cerca de 170 convidados
de diversas regiões da Argentina parte da AIP.

 CIP evoluindo e sempre inovando
Neste ano, além das cerimônias tradicionais de Bat Mitzvá, as famílias foram convidadas para uma aliá a torá nas semanas
anteriores as cerimônias.



Depois de muito estudo de hebraico, Chaguim, Tefilá, história, música e outros temas, chegou o momento de assumir publicamente o compromisso das jovens com a nossa tradição.

Muitos desafios foram superados e outros aparecerão. Esperamos que o aprendizado adquirido seja apenas o início da busca pelo judaísmo e do lugar de cada uma das jovens como mulheres.



Desejamos uma vida repleta de alegrias e conquistas, muita saúde e muito amor, a todas vocês e às suas famílias! Mazel tov!

 Connections 2015 no Rio: inscrições abertas!


Já está disponível o link para inscrições online aos interessados em participar da 37ª Convenção Internacional da WUPJ Connections 2015, de 13 a 16 de maio, no Rio de Janeiro. Com o lema "Solidariedade, Simcha e Alma", o encontro contará com palestras inspiradoras, workshops e sessões para debate de temas instigantes.

Trata-se de uma oportunidade única para aprendizagem, aliada a momentos de orações, com o fortalecimento de valores e crenças do judaísmo progressista, junto com outras pessoas que compartilham de sua paixão para ajudar o povo judeu.

Seguindo o preceito de Tikkun Olam, os participantes de Connections 2015 vão conhecer programas de ação social inovadores que estão sendo implantados nos bairros carentes do Brasil.

A Associação Religiosa Israelita (ARI), a congregação anfitriã, está se preparando para a essa importante ocasião e será o cenário de serviços religiosos inesquecíveis. Mais informações no site wupjconnections.org/ ou pelo e-mail 2015@wupj.org.il.

 Encontro de jovens judeus latino-americanos - Tikkun Olam





Convidamos jovens judeus Latino-americanos, com idade entre 20 e 35 anos, para desfrutar de um encontro único. Esta será uma reunião na qual vamos combinar a energia e a força dos jovens com a dos adultos. Desta vez seremos parte da conferência internacional CONNECTIONS 2015, que reúne todas as congregações, comunidades e organizações progressistas do mundo. Os jovens irão participar das palestras, workshops, painéis, sessões e outros.

Além disso, temos espaços próprios para palestras, estudo, compartilhamento de projetos, espaços comunitários na sinagoga e muito do que nos oferece a cidade do Rio de Janeiro.

Propomos um fim de semana cheio de experiências, workshops e troca, que irão enriquecer nossa identidade como jovens judeus Sionistas e Liberais.

Focaremos nos aspectos que criam nossa identidade judaica através de TIKUN OLAM. Abordaremos as perguntas e respostas que estão em nossas fontes rabínicas e culturais sobre o assunto. Vamos lidar com a mudança social como resultado de mudanças individuais e pessoais: Tikun Atzmi; que pode originar Adam Tikkun - reparação do ser humano. Mifgash nos dá a oportunidade de enfrentarmos temas atuais e relevantes.

Compartilharemos projetos da comunidade judaica brasileira, relacionados à ação social, tentando resgatar novos métodos de ação social que nos enriquecerão formando-nos como membros ativos de nossa sociedade.

 Ainda é tempo para participar! Seminário Beutel de Liderança 2015
Nos últimos dez anos, cerca de 200 pessoas de todas as partes do mundo participaram do Seminário Beutel de Liderança. Por isso, é comum encontrar ex-alunos do Beutel contribuindo de diversas maneiras nas comunidades que fazem parte da WUPJ.

A próxima edição do Seminário Beutel será de 05 a 15 de fevereiro de 2015, em Israel.

O formulário de inscrição e a programação prévia estão no website do Instituto Internacional de Educação Anita Saltz, da WUPJ. O seminário inclui workshops de oração, estudo de textos, visitas in loco e palestras. Estes são complementados por encontros mifgash com estudiosos, ativistas e líderes de uma variedade de organizações, incluindo a família estendida do Israel Movement for Progressive Judaism, bem como outros que compartilham os valores do Judaísmo contemporâneo.



 ARI lança a Devarim #25


No dia 12 passado a ARI lançou o número 25 de sua revista Devarim. Com o lançamento deste número a revista entra em seu décimo ano de atividade. Números redondos convidam a reflexões e a que se pode fazer sobre a Devarim é muito simples: sua proposta de refletir o pensamento e as inquietações dos judeus brasileiros comprometidos ao mesmo tempo com a modernidade e com o judaísmo se mantém válida.

Dois artigos se destacam neste número, sem desvalorização alguma para os demais. O primeiro é do professor do HUC de Los Angeles Joshua Holo e aborda a complexa relação entre os judeus e os cristãos, mas com um foco bem ampliado onde se encontram alguns questionamentos sobre o que acarreta ser judeu atualmente. É uma leitura densa e imperdível para os interessados pela condição judaica.

O segundo é uma tradução do texto publicado originalmente pela revista eletrônica Tablet do jornalista Matti Friedman onde ele analisa a desproporcional relevância que o tema "Israel e os Palestinos" ocupa no jornalismo mundial. O autor tem conhecimento profundo sobre o assunto através de sua experiência pessoal e de uma acuidade especial. É igualmente uma leitura imperdível que acrescentará uma percepção muito necessária a todos os leitores da revista.

A revista não se limita a estes dois artigos, trazendo à tona muitos outros temas interessantes, mas que não conseguem ser citados aqui, por limitação de espaço. Recomendamos que leiam a revista e firmem as suas próprias opiniões.

Devarim é distribuída gratuitamente pela ARI para todos os sócios da ARI e para os que se cadastraram (e vierem a se cadastrar) no site www.devarim.com.br. Desejamos uma boa leitura, um feliz Chanuká e um bom fim de ano a todos!


 Representante da comunidade de Huanuco/Peru visita São Paulo

Em curta passagem por São Paulo e a caminho de Buenos Aires, Dr. Juan José Jimenez Bravo, presidente da Comunidad Judia de Huanuco "Beith Etz Chaim" esteve reunido com Karin C. Zingerevitz e Berta Zylberstajn da WUPJ-Latin America onde puderam avaliar e planejar projetos futuros para fortalecer os laços com a WUPJ e a presença do judaísmo progressista na região.

 Chanuca



Ashrei hagfrur (Felizes os fósforos)/Chana Senesh

Feliz o fósforo que queimou e acendeu chamas

Feliz a chama que ardeu nos redutos dos corações

Felizes os corações que souberam parar em respeito

Feliz o fósforo que queimou e acendeu as chamas.


A WUPJ-LA deseja Chanuca Sameach
Guia de Chanuca: LINK

 Perguntas e respostas do judaísmo progressista

Eu sou judeu e minha esposa não é. Todos os anos, vamos à casa dos meus sogros para celebrar o Natal. Será que vai ser muito confuso para minha filha?

Se você e sua esposa estão criando sua filha exclusivamente como judia e não comemoram o Natal em sua própria casa, passar a data com seus sogros certamente pode ser feito, desde que da maneira adequada. Isso é possível, da mesma forma como cristãos podem compartilhar de uma Seder de Pessach com a parte judaica da família.

A questão real, neste caso, é o que você quer dizer com "expor" sua filha ao cristianismo. As crianças que são apresentadas a ambas as tradições, para que possam escolher mais tarde o que vão seguir, não são consideradas judias. Elas também são colocadas em uma situação difícil ao ter de escolher entre agradar o pai e decepcionar a mãe, ou vice-versa.

Adaptação da resposta do rabino Don Rossoff, no site reformjudaism.org/

 


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org