Edição # 74 – Novembro de 2013 / Kislev 5774

 WUPJ Latin America elege nova diretoria

Com o intuito de garantir a continuidade e desenvolvimento dos trabalhos realizados na WUPJ Latin America,
a nova diretoria terá como presidente Raul Cesar Gottlieb. A atual presidente, Miriam Vasserman, após dois mandatos consecutivos, ocupará o cargo de vice-presidente e continuará representando a organização no board mundial da WUPJ.
Os novos integrantes do conselho também foram escolhidos para o mandato no período de 2013/2015, com chapa única, composta pelos seguintes nomes:

Álvaro Orantes – Asociación Judía Reformista de Guatemala – Adat Israel
Carlos Malamut – Congregação Israelita Mineira (CIM)
Dora Lucia Brenner – Congregação Israelita Paulista (CIP)
Enrique Jurkowski – CIRA Templo Libertad (Buenos Aires)
Flávio Levi Moreira – Congregação Israelita Paulista (CIP)
Hermano Wrobel – Associação Cultural Israelita de Brasília (ACIB)
José Frenkiel – Sociedade Israelita do Ceará (SIC)
Juan J. Bravo – Comunidad Judía de Huánuco " Beith Etz Chaim" (Peru)
Miriam Vasserman
Mario Ruschin – Congregación NCI-Emanu-EL (Buenos Aires)
Raul Cesar Gottlieb – Associação Religiosa Israelita do RJ (ARI )
Ricardo Rotholtz – Centro de Espiritualidad Mishkán (Argentina)
Sebastián Vainstein – Asociación Israelita de las Pampas - AIP (Argentina)
Sergio Brukman – Fundación Judaica (Argentina)
Sérgio Caraver – Sociedade Israelita Brasileira do RS (SIBRA)
Susana Pitchon – Escuela Comunitária Arlene Fern (Buenos Aires)
Teresa Roth – Associação Religiosa Israelita do RJ (ARI)
Victor Grimblatt Hinzpeter – Comunidad Cultural Y Religiosa Ruaj Ami (Chile)


 Argentina tem primeiro rabino em um parlamento nacional fora de Israel
O rabino Sergio Bergman, da Fundación Judaica, em Buenos Aires, foi eleito no final de outubro para a Câmara dos Deputados da Argentina, com 34,15% dos votos na capital Buenos Aires. Bergman destacou-se como o primeiro nome da lista do partido de centro-direita PRO, de oposição ao governo da presidente Cristina Kirchner.

Na comunidade judaica, o rabino e – agora – deputado federal tem como uma de suas prioridades a criação de escolas e projetos educacionais reconhecidos internacionalmente na conferência bienal da WUPJ International deste ano, em Israel, especialmente por proporcionar a inclusão de crianças com deficiência em salas de aula regulares.

Para Miriam Vasserman, representante da WUPJ Latin America, "esta eleição não é apenas o reconhecimento do rabino Bergman e sua trajetória, mas também marca uma reviravolta na democracia da Argentina. Ele tem um trabalho inspirado e criado a partir da sua visão de uma comunidade pluralista e inclusiva, envolvida na sociedade argentina, da qual é parte indivisível. Sabemos que a partir de seu assento no Congresso, ele vai continuar a trabalhar por uma sociedade mais justa".



Rabino Sergio Bergman.
 Tradição! Sinagoga completa 150 anos em Buenos Aires

CIRA/Templo Libertad
O emblemático Templo Libertad, da Congregación Israelita de la República Argentina (CIRA) comemorou 150 anos no início de novembro com um concerto da Orquestra de Tango, em Buenos Aires.

"Ao celebrar a data, notamos a importância da congregação, sua contribuição para a identidade da comunidade e da história de uma nação. Como uma instituição pioneira foi foi arquitetada por seus fundadores como centro da vida judaica na Argentina, transformando o emblemático edifício em um ícone tanto da identidade judaica, quanto da sociedade argentina. A partir da qual, sucessivas gerações puderam integrar a singularidade da nossa tradição e a construção de uma unidade dentro da diversidade, o que faz do nosso país um exemplo de convivência entre as diferenças e que traz riqueza para o capital cultural e espiritual de uma sociedade plural", afirmou o rabino Sergio Bergman.

 Judaísmo nas ondas do rádio
A Fundación Judaica iniciou em outubro um ciclo de programas de rádio via internet, chamado "Judaica en Red". Trata-se de uma revista radiofônica diária, mesclando a divulgação dos projetos e programas da Fundación Judaica com seções de entretenimento e cultura judaica. Segundo o presidente da Fundación Judaica, Sergio Brukman, "a ideia é construir uma comunidade, também dos meios de comunicação. Queremos chegar às pessoas através do rádio e nas redes sociais, porque nós sabemos que carregamos um modelo de comunidade pluralista e inclusiva, que muitas vezes não chega ao conhecimento das pessoas".

Para ouvir o programa, basta acessar o site www.deporvox.com, de segunda a sexta-feira, das 16h às 17h, pelo horário de Buenos Aires.

Twitter: @judaicaenred
Facebook: facebook.com/FundacionJudaica
e-mail: radio@judaica.org.ar





Rádio Judaica en Red
 Tensão entre grupos religiosos chama a atenção em Israel
No final de outubro a ARI-RJ recebeu a visita do rabino Uri Regev para uma palestra que deu início às atividades do Seminário "Desafios do Judaísmo", em Itaipava.

O rabino Regev, que já ocupou a presidência da WUPJ International e atualmente lidera a ONG Hidush, defende a igualdade de status das diversas linhas religiosas em Israel.

(E-D) Arieh Zagarodny (Vice Presidente / ARI), rabino Uri Regev,
Ricardo Gorodovits (Presidente / ARI).

O evento começou com o vídeo "Women Fight Religious Segregation in Israel", seguido de explicações do rabino sobre o Judaísmo Liberal, suas mudanças, escolhas e progressos. O rabino fez uma palestra com o tema "A natureza do Judaísmo Liberal: Suas mudanças, escolhas e progressos", analisando as alterações da sociedade israelense para o posicionamento dos movimentos progressistas e liberais. Durante sua passagem pelo Rio de Janeiro, Regev foi entrevistado pelo jornal O Globo, enfatizando uma pesquisa que revelou a tensão entre laicos e religiosos como o mais grave problema para a população israelense, à frente dos conflitos com os palestinos, por exemplo. Leia a íntegra da entrevista no link.

Ao fim de sua exposição Regev respondeu a perguntas da plateia sobre temas como a criação de filhos por casais homossexuais.


Participantes
 Devarim



 A força da juventude...
   

Com o tema "Judaismo Latino americano: seus traços e características e a relação com Israel" um grupo de 35 jovens adultos com idades entre 20 e 35 anos representando Argentina, Brasil, Chile, Panamá, Equador e Guatemala participaram de um encontro no início de novembro na legendaria Colônia Avigdor (www.judaica.org.ar), na Província Entre Rios, Argentina.

Chamado de Mifgash- Beit Midrash Judaica, o evento teve organização conjunta da Fundación Judaica (Argentina) e TaMaR – movimento para jóvens adultos da WUPJ. A realização foi possível graças à Fundación Judaica (FJ), TaMaR, WRJ (Women of Reform Judaism), WZO (World Zionist Organization) e WUPJ-LA.



Coordenaram as atividades a Rabina Karina Finkielstein e Adrian Mirchuk (FJ) e Anabella Esperanza (TaMaR). Também participaram na condução das atividades: Adrian Fada, Daniela Jaichenko, Diego Elman e Alan Kuchler (FJ), Roy Melamed (atual sheliach do WZO Argentina) e Rabino Sebastian Vainstein (AIP- Asociación Israelita de las Pampas). Miriam Vasserman teve uma participação via Skype.

Este foi um primeiro encontro de um projeto a médio e longo prazo no qual jovens adultos encontram espaço para realizar seu judaismo e sionismo. O próximo evento começa a ser preparado para agosto de 2014, no Brasil.



Ana Karlik (coordenadora dos Campos de Estudos Fritz Pinkuss da CIP) fala sobre o encontro em Avigdor: "Durante um dos Workshops do Mifgash, uma jovem levantou a seguinte questão ao grupo: Como o meu judaísmo se une com as outras comunidades? O que faz minha comunidade ter relação com outra?". Para mim, essa pergunta foi muito ilustrativa para descrever sobre este encontro. Poder estar diante de outras comunidades, cada uma com suas devidas especificidades, trocar experiências, desafios, vivermos juntos o judaísmo, os rituais, tudo isso nos fortaleceu enquanto indivíduos e comunidade, para podermos seguir nossas vidas! A troca e as vivências nos enriqueceram e agora, que cada um esta de volta a sua comunidade, conseguimos ver que podemos compartilhar e caminhar com muitas outras forças frente aos nossos desafios!"

Obrigado a todos que, em um espaço de tempo tão curto, fizeram viagens quilométricas ou deixaram seus empregos de lado para estudar e continuar lutando pela continuidade do nosso judaísmo", afirmou o rabino Sebastian Vainstein, da AIP.
 




 ... e a força das mulheres
  A organização Women of the Wall (WOW) comemorou 25 anos no início de novembro, coincidindo com o Rosh Chodesh de Kislev, com uma cerimônia especial no Muro das Lamentações, em uma contundente demonstração de como a sociedade israelense mudou, sendo que centenas de religiosas se reuniram, mesmo sob forte escolta policial, para um ato pacífico.
A notícia foi destaque em toda a imprensa israelense, com declarações da presidente do grupo WOW, Anat Hoffman, que esteve na Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, realizada em 2008, no Rio de Janeiro. Ela defendeu o direito das mulheres de fazer as orações de forma igualitária e ocupar um espaço no Muro das Lamentações. No link, a íntegra da entrevista concedida ao The Jerusalem Post. Link

Galeria de fotos: Rosh Hodesh Kislev WOW's 25th Anniversary


 Questionamentos sobre o papel dos líderes
O rabino Joseph Edelheit, diretor do Programa de Estudos Religiosos da St Cloud State University (EUA), passou as Grandes Festas com a comunidade de Recife (PE) e, na sequência, visitou a capital catarinense, Florianópolis. Conhecido por sua luta pelos Direitos Humanos e trabalhos realizados com pessoas portadoras do vírus HIV, especialmente na Índia, Edelheit comandou os serviços religiosos de Rosh Hashaná e Iom Kipur em Recife, além de participar de atividades com a comunidade local. A passagem dele pela capital pernambucana foi destaque em diversos meios de comunicação locais.

Link1 Link2 Link3 Link4

Na Associação Israelita Catarinense (AIC), em Florianópolis, o rabino fez uma palestra com o tema "Leitura de Textos Sagrados em Um Mundo Científico" e também falou sobre o papel da liderança nos dias de hoje, levantando questionamentos como: "como surge um líder?"; "qual o seu perfil?"; e "como exerce sua liderança?".


Edelheit abordou ainda como a Torá está repleta de exemplos de líderes e as mensagens que eles trazem para os dias de hoje.


(E-D) Chazan David Leo Eisencraft e Rabino Joseph Edelheit 
 9ª Assembleia Mundial de Religiões para a Paz
  A Confederação Israelita do Brasil (Conib) convidou o rabino Michel Schlesinger, da CIP, como representante na 9ª Assembleia Mundial de Religiões para a Paz, que será realizada na segunda quinzena de novembro, em Viena, na Áustria.

O evento, que terá a participação de cerca de 600 pessoas, é organizado pela rede Religions for Peace, fundada em 1970, para promover o diálogo inter-religioso em todo o mundo, com o apoio da ONU.

Schlesinger também vai participar em Viena do Fórum Global Sobre a Imagem do Outro: Educação Inter-Religiosa e Intercultural.




 Homenagens ao rabino Henry Sobel e despedidas

Rabino Henry I. Sobel  
   

Por iniciativa conjunta da família do jornalista Vladimir Herzog (Vlado), morto pelo regime ditatorial militar do Brasil em 1975, a Congregação Israelita Paulista (CIP) e a Comissão Nacional de Diálogo Religioso Católico-Judaico (DCJ), foi realizada uma homenagem ao rabino Emerito Henry Sobel, que voltará a residir nos Estados Unidos depois de quase 40 anos vivendo no Brasil.

A cerimônia foi realizada no auditório Simon Bolivar, do Memorial da América Latina, em São Paulo, e reuniu centenas de amigos, líderes religiosos e políticos.

A data escolhida para a homenagem, dia 31 de outubro, coincidiu com os exatos 38 anos do ato inter-religioso em memória de Vlado realizado na Catedral da Sé, por Sobel, ao lado do cardeal arcebispo de São Paulo à época, D. Paulo Evaristo Arns, e do reverendo James Wright, em um momento em que a sociedade brasileira vivia os anos de chumbo da ditadura militar.

  No Cabalat Shabat do dia 1º de novembro, o rabino também foi homenageado durante o serviço religioso da CIP.
 Um bar mitzvá especial
O professor Mariano del Prado, da Associación Israelita de Coronel Suárez, que faz parte da Associaión Israelita de las Pampas (AIP), na Argentina, não esconde o orgulho dos frutos colhidos com o curso "Judaísmo com vivência e com sentido", que culminou com a realização da cerimônia de bar mitzvá de Chaim Yosef Kleiner, que faz parte de um grupo de adultos que se prepara para a cerimônia da maioridade religiosa. "Compartilhamos um belo momento com a comunidade, a família e os amigos", afirmou o professor, ansioso para as próximas festas que virão, com mais dez bnei e bnot mitzvá que serão chamados à leitura da Torá pela primeira vez ainda no mês de novembro.
(E-D) Chaim Yosef Kleiner com Prof. Mariano del Prado
 Anote na agenda








World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org