Edição # 69 – Maio de 2013 / Sivan 5773

 América Latina marca presença na convenção da WUPJ International
Uma delegação formada por 35 pessoas de comunidades judaicas da América Latina participou da
36ª Convenção Internacional da WUPJ – Connections 2013 – "Fazendo a Diferença", realizada em Israel,
tendo Tikkun Olam como tema central.


Delegação América Latina


Cerimônia de abertura
O encontro contou com a presença de representantes de mais de 40 países que celebraram as conquistas do Judaísmo Progressista em diversas regiões, revendo antigos amigos, conhecendo novas pessoas, aprendendo e compartilhando experiências.

Coral infantil Bialik-Rogozin
Além das palestras, workshops e debates, o encontro também teve um clima festivo, de confraternização, com apresentações artísticas que contribuíram para conectar e transmitir energias positivas para todos os participantes.


Uma das atividades foi voltada especificamente para a América Latina, com a oportunidade de discutir os aspectos regionais e suas particularidades, pontos em comum e desafios perante a WUPJ Internacional.

YouTube Video Link

Durante a convenção, também ficou evidente o renovado suporte à região por parte do grupo Yad B'Yad Task Force, formado por voluntários da WUPJ Internacional que contribuem de diversas maneiras para o desenvolvimento do judaísmo progressista e das instituições afiliadas na América Latina.

Novos projetos

A convenção também abriu perspectivas para a concretização de novos projetos em conjunto, especialmente com planos de integração das comunidades locais com seus movimentos juvenis, visando a realização de capacitações em conjunto para seus lideres.

Jovens Adultos / Tamar


Netzer

Adrian Fada (Argentina)





Outra proposta que teve avanços significativos foi a de viabilizar novas visitas de scholars que podem falar sobre o Judaísmo Progressista, seus valores e tradições, para participar de encontros informais nas instituições afiliadas e até mesmo em casas de famílias.

Buscando atrair mais ativistas, lideranças e educadores da América Latina, o Saltz Education Center anunciou a realização de cursos especiais em espanhol.


Rabino Joel Oseran com Lynn Magid-Lazar e Rabina Marla Feldman, Presidente e Diretora Executiva da Women of Reform Judaism – WRJ
E a organização Women of Reform Judaism
–WRJ- tem se encontrado com a liderança
feminina das congregações afiliadas da
América Latina trazendo sua experiência
na área de educação com projetos que se
adaptam à região.

Um shabat especial

O serviço de Shabat, no sábado, foi um dos destaques da convenção. Danny Freelander (EUA), o chazan Zoe Jacobs (Reino Unido), e Maya Leibovitz – a primeira mulher israelense ordenada como rabina –, junto com outros rabinos, estudantes de rabinato e chazanim, conduziram uma cerimônia repleta de espiritualidade, com músicas, canções e leituras de orações em diversos idiomas, tendo as muralhas da Cidade Velha de Jerusalém como cenário.
Serviço matutino de Shabat no salão Blaustein com vista para as muralhas da cidade velha - um pináculo espiritual em todos os sentidos
Homenagem

Os organizadores da convenção fizeram uma
homenagem à Fundación Judaica, da Argentina,
e ao rabino Sergio Bergman, que foi agraciado
com o WUPJ Micah Award pelo seu compromisso
com Tikkun Olam e pela sua liderança na
América Latina.

Rabino Sergio Bergman recebe o Premio WUPJ Micah de (E-D) Rabino Joel Oseran, Miriam Vasserman e Stephen Breslauer
Também foram homenageados com prêmios concedidos pela WUPJ Internacional a presidente do American Jewish World Service, Ruth W. Messinger; o rabino Bob Samuels, que lidera o Leo Baeck Educational Center of Haifa; o Professor Dr. Irwin Cotler, Membro do parlamento canadense; e o escritor israelense David Grossman.

Ruth W. Messinger recebendo o Premio IHA do Rabino David Gelfand

Michael Grabiner entrega o Premio Micah ao Rabino Bob Samuels (D)

David Grossman (E) recebe o Premio WUPJ Maggid das mãos de Yaron Shavit

Prof. Irwin Cotler (C) recebe o Premio Humanitário da WUPJ International de Austin Beutel (E) e Rabino Leigh Lerner

(Photos/Fotos Sigal Segev)
 Connections 2015 – Agora é a vez do Rio de Janeiro!

Em maio de 2015 (a data ainda será definida) o encontro mundial da WUPJ – Connections 2015 – será realizado no Rio de Janeiro.

Connections é realizado fora de Israel a cada quatro anos e esta edição será a primeira a ser realizada na América Latina.

Por um lado, essa escolha revela o grau de importância que a região vem alcançando dentro da organização, que se dá através de programas cada vez mais bem sucedidos, tanto em público, como em conteúdo e em organização.

Desde a primeira conferência regional em São Paulo, 2004, o nível de compreensão e de aderência à vertente progressista do judaísmo aumenta gradativamente, com mais e mais famílias entendendo que é bom e possível combinar uma vivência judaica rica com um estilo de vida moderno, inclusivo, igualitário, democrático e sionista.
Por outro lado, a realização da conferência no Rio de Janeiro, tendo a ARI como congregação anfitriã, é uma oportunidade ímpar para todos os judeus da região – dos mais engajados aos interessados – de ter contato com os expoentes do pensamento progressista e sionista e de aprender com eles.

A abertura para o mundo judaico que a participação em uma convenção Connections proporciona tem efeito duradouro e pode ser um ponto de inflexão na vida de cada um.

Não deixem de aproveitar esta oportunidade!

Reservem nas agendas o mês de maio de 2015
para vir ao Rio de Janeiro!


Assim que a data for definida, faremos o anúncio, permitindo a todos que façam seus planos de viagem com grande antecedência.


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org