Edição # 63 – Outubro de 2012 / Tishrei-Cheshvan 5773

 WUPJ Latin America ganha força com novas afiliadas

 

 

O período de renovação dos Iamim Noraim teve significado ainda mais importante para a WUPJ
Latin America, com a inclusão de três novas congregações ao seu quadro de afiliados,
por decisão unânime.

Passam a integrar a WUPJ Latin America a
Comunidade Judia de Huanuco, no Peru, sob
orientação do rabino Peter Tarlow; a Congregación
Judia Bet Jadash, de Guayaquil, no Equador,
orientada pelo rabino Terry Bookman; e a Asociación Judia Reformista de Guatemala, Adat Israel,
onde trabalha a rabina Elyse Goldstein.

Assim, a WUPJ Latin America também renova
sua missão de construir pontes entre as
congregações Reformistas / Progressistas na
região, apoiando e organizando programas de
conteúdo judaico inclusivo.

Um bom exemplo foi observado justamente na
Adat Israel, na Guatemala, onde foram realizados
os serviços religiosos de Rosh Hashaná e
Iom Kipur pela primeira vez, com a presença
voluntária da rabina Deborah Lynn e seu marido,
Fred Lipschultz.

 As Grandes Festas do século 21 – Modernidade e Judaísmo se completam

Diversas congregações afiliadas à WUPJ na América Latina vivenciaram momentos marcantes durante o período
de Iamim Noraim, entre Rosh Hashaná e Iom Kipur, com destaque para a utilização de novas tecnologias e a apresentação dos costumes judaicos para pessoas que não conheciam as celebrações, sem falar do fortalecimento de pequenas comunidades que nem sempre possuem a oportunidade de celebrar as datas mais importantes do calendário religioso.

Em Porto Alegre (RS), a SIBRA mais uma vez realizou a transmissão ao vivo pela internet dos serviços religiosos pela internet, conectando pessoas que, por diversos motivos, não conseguiram ir a uma sinagoga, em todas as regiões do Brasil e até em outros países, como Argentina, Uruguai, Alemanha, Canadá, Estados Unidos e Israel.

Um exemplo é a sra. Adela Kaczka,
de 95 anos, de Buenos Aires,
que acompanhou todos os detalhes
das cerimônias em frente ao seu computador.

A SIBRA realiza as transmissões também durante o Cabalat Shabat, todas as sextas-feiras, 19h (horário de Brasília), no canal www.livestream.com/SIBRARS

A leitura das rezas em um novo Sefer Torá marcou a primeira noite de Rosh Hashaná na Sociedade Israelita do Ceará (SIC), em Fortaleza (CE), graças a uma doação de David e Nilma Igdaloff, entregue pelas mãos da WUPJ Latin America aos representantes da instituição durante a 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, em Buenos Aires.

    

Em São Paulo (SP), após as Grandes Festas na CIP- Congregação Israelita Paulista, que reuniu cerca de 3500 pessoas, quase oitenta pessoas estiveram presentes no jantar especial de Sucot promovido pela CIP e que foi acompanhado da palestra 'Acolher e aprender através do misterioso mundo da Cabala', conduzida pelo rabino Ruben Sternschein. Participaram também os rabinos Uri Lam e Michel Schlesinger, além dos chazanim Avi Bursztein e Alê Edelstein, e do maestro Felipe Grytz, o Pipo.

   

Em Belo Horizonte (MG), a celebração das Grandes Festas na Congregação Israelita Mineira (CIM) foi
notícia no jornal "Estado de Minas", um dos principais veículos de comunicação da região. No texto assinado
pela repórter Letícia Orlandi, a publicação destaca a presença de cerca de dez mil pessoas nas comemorações
e a fala do rabino da CIM, Leonardo Alanati, de que "O Ano Novo Judaico passa uma dupla mensagem.
De um lado, felicidade, paz e saúde. De outro, representa uma reavaliação de cada um e uma oportunidade
para pedir perdão e iniciar um novo ciclo".

    

No Rio de Janeiro (RJ), além dos serviços religiosos tradicionais da Associação Religiosa Israelita (ARI-RJ), representantes da instituição participaram de atividades especiais realizadas no União - Lar da Amizade, Associação Beneficente Israelita, que oferece moradia para pessoas da Melhor Idade. Depois de Rosh Hashaná e Iom Kipur, todos também se divertiram muito com a festa de Sucot, especialmente no dia em que houve a apresentação do Ballet de Santa Teresa.

    

As Grandes Festas foram cheias de emoção em Florianópolis (SC). Em Rosh Hashaná, a Associação Israelita Catarinense contou com a presença de famílias que vieram de todas as partes do Estado. Coral regido por Ricardo Levi, música com Alberto Heller e Tatyana Chamis, primeira violinista da Orquestra Sinfônica de Pittsburgh, USA, comida típica, todos muito despertos ao som do Shofar. As crianças brincaram e se divertiram com os jovens do Hashomer Hatzair, amigos de sempre se reencontraram e todos juntos começaram a planejar o próximo ano. Em Iom Kipur, a comunidade mais uma vez se reuniu para momentos de reflexão e quebra do jejum. E para encerrar o ciclo, Sucot foi comemorado com a tradicional falada promovida pelo Hashomer Hatzair com apoio da Wizo.
Agora, é preparar a mudança para nova sede. Até lá!

    

Na Argentina, o balanço das Grandes Festas e do período de Iamim Noraim também foi muito positivo para as instituições que fazem das comunidades afiliadas e parceiras.

No Centro de Espiritualidad Judía Mishkan, as cerimônias contaram com o fervor de grande audiência, a solenidade e a emoção do serviço e o coral maravilhoso dos chazanim. E devemos mencionar o momento em que muitas crianças e adolescentes da comunidade tocaram o shofar. A emoção também foi grande, quando durante o IZCOR, na parte de trás de cada machzor foi inscrito o nome das crianças e jovens mortas durante o Holocausto, e que cada um deveria ler esse nome Z´L e lembrar- se dele. O serviço de Sucot e Shabat Chol Hamoed Sucot foi conduzido na bela sucá, feita e decorada por membros da Comunidade, e onde prevaleceu, como todos os anos, a atmosfera de serviços com muita alegria e regozijo, como também aconteceu no serviço de Simchat Torá.

   

Da Asociación Israelita de las Pampas (AIP), a Comunidad Israelita de Misiones, em Posadas, contou com o seminarista Natán Waingortin e o chazan Rubén Halperin. Os dirigentes locais, aliás, foram compreensivos com Natán, que teve de se ausentar nos primeiros dias por causa do falecimento de sua avó.

Pela primeira vez as Grandes Festas foram celebradas na Asociación Israelita de Villaguay, onde os presentes também se emocionaram ao saber que o seminarista Mario Szames se despediu da AIP e passou o bastão para o joven chileno Benjamín Alaluf, que passa a trabalhar no local permanentemente.

As celebrações de Rosh Hashaná e Iom Kipur também reuniram inúmeras pessoas na Asociación Israelita de Coronel Suárez, na Asociación Fraternal Israelita Teodoro Herzl (Roque S. Peña- Chaco), na Sociedad Unión Israelita de Socorros Mutuos de Avellaneda e na Asociación Israelita de Paraná.

Ainda na Argentina, a Congregação NCI Emanu El, da Fundación Judaica celebrou animadamente Simchat Torá.

Veja!

    

    

 Inscrições abertas para o Seminário Beutel de Liderança 2013

Nos últimos dez anos, cerca de 200 pessoas de todas as partes do mundo participaram do Seminário Beutel de Liderança. Por isso, é comum encontrar ex-alunos do Beutel contribuindo de diversas maneiras nas comunidades que fazem parte da WUPJ.

A próxima edição do Seminário Beutel será de 7 a 17 de fevereiro de 2013, em Israel. O formulário de inscrição e a programação prévia estão no website do Instituto Internacional de Educação Anita Saltz, da WUPJ.


Equipe Beutel (E-D): Professor Paul Liptz, Rabino Levi Weiman-Kelman, Rabino Steve Burnstein

O seminário inclui workshops de oração, estudo de textos, visitas in loco e palestras. Estes são complementados por encontros mifgash com estudiosos, ativistas e líderes de uma variedade de organizações, incluindo a família estendida do Israel Movement for Progressive Judaism, bem como outros que compartilham os valores do Judaísmo contemporâneo.


 Connections 2013

36ª Convenção Internacional da WUPJ Connections 2013 –
"Fazendo a Diferença" / 28 de Abril – 5 Maio, 2013 - Jerusalém



"Deixe A Justiça Fluir Como Águas – Justiça Como Um Fluxo Poderoso" (Amos 5:24)

Lamed Vav tsadikim – De acordo com a tradição judaica, o mundo repousa sobre 36 indivíduos justos, mas nenhum deles está ciente de que eles estão entre os 36.

A 36ª Convenção Internacional da World Union for Progressive Judaism - WUPJ oferece para a oportunidade de fazer parte dessa diferença que pode mudar o mundo.

Connections 2013 - "Fazendo a diferença" convida você a aprender, explorar, questionar, se envolver e ser inspirado juntamente com nossa família WUPJ de todo o mundo.

Nós focalizaremos em como ser um justo judeu progressista no século XXI e faremos isso através de:

Tikkun Hanefesh – Reparação da alma
Tikkun Atzmi – Autorreparação
Tikkun Hahevra – Reparação da sociedade
Tikkun Israel – Reparação de Israel
Tikkun Olam – Reparação do mundo

Mais informações sobre a 36ª Convenção Internacional da WUPJ – Connections 2013 estão disponíveis no site www.wupjconnections.org ou pelos e-mails 2013@wupj.org.il ou contato@wupj-latinamerica.org

 

 Novo curso para líderes educadores em São Paulo

    

O Projeto Shidrug é o mais novo curso de aprimoramento de líderes educadores da comunidade judaica, realizado em parceria pela Congregação Israelita Paulista, Fundação Arymax e a WUPJ Latin America.

Na aula inaugural, após as boas vindas dos representantes dos organizadores do projeto, os jovens conversaram com Marcelo Maghidman, mestre em Filosofia e consultor especialista em educação, e Damian Dzienciarsky, especialista em língua hebraica e Tanach e atual coordenador da área judaica do Colégio I. L. Peretz.

O encontro ainda teve a participação, via Skype, de Eli Gottlieb, diretor do Instituto de Liderança Mandel e vice-presidente da Fundçaão Mandel em Israel; do rabino Micahel Marmur, vice-presidente para Assuntos Acadêmicos no Hebrew Union Colege; e Zvi Bekerman, diretor do Centro Melton da Universidade Hebraica de Jerusalém, onde leciona Antropologia da Educação, na Faculdade de Educação.

Para o rabino Ruben Sternschein, da CIP, "tivemos a sorte de receber excelentes candidatos e demos início ao projeto com uma aula de altíssimo nível. Estamos muito felizes e encorajados com esta nova jornada".


 Reflexões sobre a doutrina do rabino Abraham Joshua Heschel (por Jordán Haber/HUC-JIR Jerusalem)

Durante a 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, realizada pela WUPJ em agosto,
na Argentina, Michael Marmur, vice-presidente para Assuntos Acadêmicos no Hebrew Union College, abordou
o tema "A sabedoria do rabino Abraham Joshua Heschel e sua mensagem para os nossos tempos".

   

Heschel (1907-1972) publicou diversos livros, com destaque para "Deus em busca do homem", traduzido para diversos idiomas, inclusive português e espanhol. Nascido em Varsóvia, viveu na Alemanha, de onde fugiu à época do regime nazista para Nova Iorque, onde foi uma das mais importantes lideranças religiosas, lutando pelos direitos civis ao lado de Martin Luther King e exigindo a liberdade religiosa dos judeus na extinta União Soviética.

Para Marmur, a vida de Heschel foi uma vida envolta pela tradição, ainda que também cheia de perguntas que o levaram a buscar um sentido relevante aos seus olhos na literatura e nas práticas judaicas. Em um mundo marcado pela quebra e pela ruptura dos paradigmas, Heschel se viu impossibilitado de aceitar a tradição judaica como unívoca e monolítica, mas vislumbrou nela a concorrência de diversas posturas, conceitos e pontos de vista. Sua visão do mundo, sua teologia e seu modo de abordar a tradição do povo judeu se tecem em torno de polaridades: o tempo que debate o seu poder frente ao espaço, o mundano disputando seu lugar frente ao divino, a visão de Rabi Akiva que se opõe à do Rabi Ishmael.

Heschel não duvida – sustenta o rabino Marmur – em interpretar a cultura judaica através do cristal dos seus próprios óculos e deste modo torna todos os seus componentes elementos vibrantes e relevantes no seu ponto de vista: o seu Deus já não é imóvel e impassível, senão que chora e desgarra suas vestiduras junto ao povo em momentos de angústia; o profeta já não é o que escuta a voz divina, senão o que pode conciliar entre Deus e o homem, quem pode lançar a luz do divino sobre o mundano, a luz da moral onde tudo parece pervertido.

O judaísmo de Heschel – destacou Marmur – é talvez um dos únicos judaísmos que possam resultar relevantes no ponto de vista dos judeus progressistas: se trata de um judaísmo que toma consciência da tensão entre particularidade e universalismo, um judaísmo socialmente comprometido e, por sobre todas as coisas, um judaísmo que demanda com condição sine qua non ser interpretado à luz dos tempos atuais.

 Novo Sefer Torá para a SIBRA de Porto Alegre

  

O casal David e Nilma Igdaloff vindos especialmente da Florida, Estados Unidos, esteve presente para participar
do serviço de Cabalat Shabat de 05 de outubro. Na ocasião entregaram oficialmente um novo Sefer Torá doado por eles para a SIBRA.

 Congregación B'nei Israel, da Costa Rica celebra 25 anos

A Congregación B´nei Israel, na Costa Rica, prepara uma grande festa para comemorar seus 25 anos, com atividades especiais nos dias 23 e 24 de novembro.

"A história de nossas lutas e os sacrifícios e aspirações que entraram nesta sinagoga é um legado para as futuras gerações. É a história de alguns pioneiros que vieram para um país novo e queriam viver uma vida judaica em um ambiente liberal. Nós tivemos um sonho que se tornou realidade. O resultado é uma comunidade verdadeiramente dinâmica, progressista e pluralista", ressalta comunicado da B'nei Israel assinado por Marvin Sossin, presidente vitalício, e David Feingold, presidente.

A celebração dos 25 anos vai ocorrer no Hotel Barceló Palma Real, que fica próximo ao centro de San José, capital da Costa Rica. Os interessados em participar podem obter mais informações pelo telefone (506) 2290-5060 ou pelo e-mail congbnei@racsa.co.cr.


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org