Edição # 61 – Agosto de 2012 / Av - Elul 5772

 Edição especial - Buenos Aires 2012 

Buenos Aires 2012

Conferência das Comunidades
Judaicas das Américas

foi um sucesso!

O debate sobre o futuro e os dilemas que fazem parte do cotidiano do Judaísmo Progressista na sociedade contemporânea foi o principal destaque da 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, que reuniu, entre os dias 8 e 12 de agosto, em Buenos Aires, Argentina, cerca de 300 representantes de diversas entidades do próprio país anfitrião e também do Brasil, Chile, El Salvador, México, Reino Unidos, Estados Unidos e Israel.

O encontro foi organizado pela World Union for Progressive Judaism (WUPJ), em conjunto com as instituições argentinas AIP (Associación Israelita de las Pampas); CIRA - Templo Libertad; Comunidad NCI Emanuel; Fundación Judaica; e Mishkán – Centro de Espiritualidad Judia.

 Autoridades prestigiaram o evento

A conferência contou com mais de 40 palestrantes em 15 painéis e quatro plenárias que abordaram estudos religiosos além de temas como a relação dos jovens com Israel; os movimentos anti-Israel; o equilíbrio entre a tradição e modernidade; inovações nos serviços religiosos nas sinagogas; a visão de Avraham Yeoshua Heschel; sionismo e o panorama social e político em Israel.

Em todas as sessões os assuntos foram abordados a partir dos valores e das tradições do judaísmo e também sob o enfoque do seu significado para a vivência judaica concreta nos nossos dias. A combinação dessas duas dimensões resultou em um ambiente de intenso envolvimento de todos os participantes.

A conferência teve início com a emocionante celebração da entrega do Sefer Tora, doação do casal Nilma e David Igdaloff fundadores da Asociación Israelita de las Pampas para Associação Israelita do Ceará, recebida pelo Sr. Pablo Schejtman.


Veja os melhores momentos acessando o Link: Clique aqui.

Seguiram pronunciamentos de Michael Grabiner, chair mundial da WUPJ, de Miriam Vasserman, presidente regional e de Ricardo Rotholtz, presidente do comitê organizador.


Michael Grabiner

Miriam Vasserman

Ricardo Rotholtz

Também dirigiram mensagens de boas vindas o Rabino Joel Oseran, vice-presidente de desenvolvimento internacional da WUPJ e Raul C. Gottlieb, vice presidente da WUPJ Latin America.


Rabino Joel Oseran


Raul C. Gottlieb

A abertura do encontro foi prestigiada por autoridades, como o subsecretario de Direitos Humanos e Pluralismo Cultural de Buenos Aires, Claudio Avruj, representando o governo local; o embaixador de Israel na Argentina, Daniel Gazit; e o presidente da DAIA (Delegación de Asociaciones Israelitas Argentinas, instituição "guarda-chuva" da comunidade), Aldo Donzis.

O rabino Marcelo Polakoff, presidente da Assembleia Rabínica Latino Americana, do movimento conservador, ressaltou a importância de entrosamento e trabalho conjunto entre os movimentos liberais da região. Presença, também como palestrante na conferencia, do Dr. David Breakstone, vice chairman da WZO (Organização Sionista Mundial).

Na primeira plenária, rabino Michael Marmur do HUC-JIR e rabino Sergio Bergman, da Fundación Judaica, falaram sobre a evolução do papel do rabino na tradição Judaica.


Rabino Michael Marmur


Rabino Sergio Bergman


Rabino Stephen L. Fuchs


Rabinos citados e Steve Breuslauer

 Apoio fundamental de diversas entidades

Os organizadores da conferência consideraram fundamental o apoio e presença de representantes de diversas entidades da comunidade judaica argentina e da América Latina, como AMIA, DAIA, OSA, Chazon Arteinu, Avoda, B'nei Brith, CAMI, CJL – Congresso Judaico Latino-Americano, CONIB/Brasil, FISESP/Brasil e UJCL – União das Comunidades Judias da America Central e Caribe.


 Serviços religiosos: momentos marcantes da conferência

As cerimônias religiosas realizadas durante a conferência foram momentos de grande emoção para os participantes, onde todos puderam perceber suas raízes e tradições comuns. Os serviços religiosos ainda reforçaram o sentimento de confraternização, integração e intercâmbio entre as diversas instituições e seus representantes.

Na sexta-feira à noite, o Cabalat Shabat foi no Templo Libertad, primeira sinagoga da Argentina, declarada Monumento Histórico Nacional. A cerimônia foi conduzida pelo rabino Sergio Bergman, que homenageou Jerry Tanenbaum, presidente do grupo Yad B'Yad Task Force da WUPJ, pela dedicação de seu tempo, esforços e energia promovendo o Judaismo Progressista na região e contribuições à Fundación Judaica.

Logo em seguida, um jantar festivo manifestou a alegria contagiante dos participantes da conferência, que de forma vibrante mostraram toda a energia do "beat" latino-americano. A apresentação musical ficou à cargo de Diego Rubinsztein e da banda Zamaj.



No sábado, o serviço de Shabat foi conduzido pelo rabino Gabriel Mazer, representando o rabino Ruben Nisenbom, homenageado na ocasião, no Centro de Espiritualidad Judía Mishkan.

A Havdalá, no Hotel Marriott, foi liderada pelo rabino Joel Oseran, vice-presidente de desenvolvimento internacional da WUPJ, com destaque para a presença de jovens participantes da conferência e também da Fundação Judaica, sob a coordenação de Adrian Fada, aluno do Seminário Rabínico Marshall T. Mayer, de Buenos Aires e dos chazanim Alexandre Edelstein e Diego Rubinsztein.

Havdalah


 História e debates sobre a religião também tiveram destaque

Antes do início da programação oficial da conferência, duas outras atividades destinadas a parte do público participante foram realizadas: uma viagem de caráter histórico e um encontro com lideranças religiosas. Um grupo de 35 pessoas da própria Argentina, do Brasil, dos EUA e do Reino Unido fez uma viagem opcional às colônias judaicas da Província de Entre Rios, no interior na Argentina. Organizada e acompanhada por David Igdaloff, presidente da AIP (Asociación Israelita de las Pampas) e por Abel Evelson, da Comunidade Lamroth Hakol, a viagem apresentou detalhes históricos da comunidade judaica local e teve ainda uma palestra com o professor Paul Liptz, diretor de Educação do Anita Saltz International Education Center, da WUPJ, em Jerusalem. Acesse o LINK.
Participantes na Sinagoga de Dominguez


Rabinos participantes da Kallah
Em Buenos Aires, nos dias 8 e 9 de agosto, foi realizada a Kallah Rabínica (jornada de estudos), na Comunidade NCI Emanu El, sob a liderança do rabino Michael Marmur. O encontro, exclusivo para rabinos e estudante de rabinato, teve como tema central a doutrina de Abraham Joshua Heschel. Além dos estudos, os 35 líderes religiosos presentes tiveram a oportunidade de debater suas ideias e confraternizar com colegas de diferentes locais da América Latina e de outras regiões, como Europa e América do Norte.


 O judaísmo contemporâneo e o futuro

No encerramento da conferência, o rabino Michael Marmur fez uma apresentação primorosa com o tema "Deus em busca do homem". Marmur é vice-presidente para Assuntos Acadêmicos do Hebrew Union College - Jewish Institute of Religion, responsável pelos campi de Nova Iorque, Cincinnati, Los Angeles e Jerusalém. Na palestra, ele falou sobre as ideias e ensinamentos do rabino e filósofo Abraham Joshua Heschel, que combinam um profundo respeito e apreço pela tradição judaica com uma compreensão das pressões e desafios que a existência judaica moderna enfrenta.

A conferência terminou com uma grande confraternização entre o público, organizadores e voluntários, todos com vontade de continuar os debates e pensar no futuro.

O próximo encontro - de abrangência internacional - já tem data marcada: Connections 2013 WUPJ 36th International Biennial Conference será de 1 a 5 de maio, em Jerusalém, Israel.

 Anote na agenda!


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org