Edição # 56 – Fevereiro de 2012 / Shevat - Adar 5772

 Mensagem de Tu B'Shvat – "O ano novo das árvores"

O rabino Leonardo Alanati, da CIM- Congregação Israelita Mineira,
escreveu o texto abaixo por ocasião da comemoração de Tu B'Shvat,
no dia 8 de fevereiro.

Precisamos de mais judaísmo
fora de quatro paredes

A maioria dos judeus não sabe que existem Berachot que realizamos
ao ter contato com diversos eventos da natureza. Existe uma bênção
ao ver uma grande montanha, outra quando vemos as árvores florindo
pela primeira vez na primavera e ainda uma muito apropriada para
mineiros, ou cariocas no exílio, que deve ser feita ao rever o oceano.

Sabemos de cor as Berachot do pão e do vinho. Conhecemos bem as orações usadas na sinagoga. Porém, desconhecemos totalmente as rezas que são recitadas diante das maravilhas da natureza.

Qual é o local mais comum de reza ao ar livre no judaísmo atualmente? O cemitério. Chegamos a uma situação tão absurda que só temos contato direto com a terra e a natureza em enterros!

Somos um povo urbano. O judaísmo prospera nos grandes centros e definha em pequenas cidades do interior ou no campo. No entanto, não podemos perder o vínculo religioso que passa através da natureza. Basta de judaísmo entre quatro paredes! Precisamos de mais judaísmo ao ar livre!

Na terça-feira à noite poderemos ver a lua cheia que antecede a primavera no hemisfério norte. Este era um momento importante para diversos povos agrícolas da antiguidade. No judaísmo, esta lua cheia, o décimo quinto dia do mês de Shvat, ficou conhecida como, Tu B´Shvat, o ano novo das árvores.

A data deve nos levar não apenas ao plantio, mas também a passeios comunitários com estudo, orações e exercícios de meditação na natureza. Precisamos incluir em nossos calendários Cabalot Shabat fora da sinagoga, ao ar livre. Um Shabaton longe da cidade ou uma Machané são outras oportunidades únicas de promover esta espiritualidade ligada à natureza.

Espero que nossas orações fora de quatro paredes nos ajudem a reconectar com o Criador e Sua criação.

 Convenção reúne representantes de 16 países

A 13ª Convenção da União Judaica das Congregações da América Latina e Caribe (UJCL), realizada no final de janeiro em Guadalajara, no México, reuniu mais de 150 pessoas de 16 países, incluindo 20 rabinos, outros líderes religiosos e laicos, profissionais e voluntários de diversas organizações da região e também da Argentina, Brasil, Estados Unidos e Israel.

A UJCL é formada pelas principais instituições judaicas progressistas, liberais e conservativas de uma faixa que se estende desde a Colômbia, na América do Sul, até o México, na América do Norte, passando pela América Central e o Caribe. Além da WUPJ, participaram outras entidades, como o Joint Distribution Committee, Congresso Judaico Latino-Americano, B'nai B'rith, e Masorti Olami.

Com o intuito de instigar o público à reflexão, os temas das principais palestras foram apresentados na forma de questionamentos: "As pequenas comunidades têm futuro?"; "O que fazer com os casamentos inter-religiosos?"; "Qual o sentido do diálogo inter-religioso?"; Como nos reconectamos com nossas fontes?"; "Existe um 'judaísmo latino-americano?"; e "Pluralismo em Israel. Mito ou realidade?".

A comitiva da WUPJ foi encabeçada pelo presidente, rabino Stephen Fuchs, e o vice, rabino Joel Oseran. Também marcaram presença os representantes do Yad B'Yad Task Force, que contribui com projetos da WUPJ na América Latina, Jerry Tanenbaum (chair), Stephen Breslauer e Stephen Olson.

A juventude da WUPJ foi representada pelo rabino Josh Lobel e pela rabina Elyse Goldstein, dos Estados Unidos; e por Yuval Nemirovsky, do movimento Netzer Olami/TaMar, em Israel.

Da WUPJ-LA estiveram presentes a presidente Miriam Vasserman; o vice presidente Raul Gottlieb; e a secretária-executiva, Berta Zylberstajn; além do rabino Dario Bialer e a vice presidente Teresa Roth, da ARI-RJ; o rabino Guido Cohen e Uriel Romano, da AIP de Buenos Aires; e os voluntários Erika Wolff e Hélio Zylberstajn.

A 14ª Convenção da UJCL acontecerá em 2014, na Costa Rica, com organização da Congregação B'nei Israel.



 Uma década dedicada à formação da liderança judaica


Participantes do 10o. Beutel Seminar com Rabino Steve Bernstein, Diretor do Saltz IEC e Prof. Paul Liptz, Diretor de Educação do Saltz IEC

O 10º Seminário Beutel de Liderança, promovido pelo "Anita Saltz International Education Center", da WUPJ, foi realizado em janeiro, em Israel com dezoito participantes – recomendados por suas comunidades de origem – da Austrália, Brasil, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Índia, Israel, Polônia, Cingapura, África do Sul e Estados Unidos. O rabino Steve Bernstein, diretor do centro educacional, descreve o seminário como "um programa intensivo de 10 dias em que os participantes podem mergulhar no estudo e discussões sobre uma ampla gama de questões críticas para o futuro de Israel e do povo judeu".

Segundo Maria Antonieta Cohen, conhecida como Tilah, da CIM- Congregação Israelita Mineira participante representando a região, "houve uma preocupação em ligar, conectar todas as discussões à realidade em Israel, inclusive com visitas a diversos locais. Vimos uma realidade pujante, um país diversificado e multicultural que enfrenta desafios e que tenta solucioná-los. Foi um ótimo e instigante aprendizado". Tilah é a presidente eleita da CIM e esteve também na Conferencia da WUPJ Connections 2011 em São Francisco.

 
 Troca de experiências

A WUPJ-LA considera fundamental a troca de experiências entre as comunidades ao redor do mundo sempre que possível Assim, merece destaque a visita realizada pela morá Miriam Gerber, coordenadora da Escola Lafer da Congregação Israelita Paulista (CIP) à escola mantida pela Central Synagogue, em Nova Iorque, onde reuniu-se com a orientadora Arielle Garelleke.

O encontro foi promovido pela WUPJ, através do rabino Gary Bretton-Granatoor, Vice President Philantrophy, na cidade norte-americana. A viagem ainda faz parte do trabalho realizado pela Morá Miriam, que já participou do Seminário Bergman, em Israel, em busca de materiais e possíveis projetos comuns da CIP com outras congregações afiliadas à WUPJ.


 
 WUPJ nas redes sociais

A WUPJ criou recentemente uma nova página da instituição no Facebook. Para acompanhar as notícias do Judaísmo Progressista pelo mundo, basta curtir a página, que está no link: facebook.com/WorldUnionforProgressiveJudaism

 Reserve na agenda!


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org