Edição # 51 – agosto de 2011 / Av-Elul de 5771

 Conferência em Buenos Aires tem primeiro palestrante de Israel confirmado

Os organizadores da 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, que ocorre de 8 a 13 de agosto de 2012, em Buenos Aires, Argentina, realizaram mais um encontro com dirigentes da WUPJ Latin America no mês passado para tratar dos preparativos do evento.

A conferência vem sendo preparada com muito cuidado e o grupo já confirmou o nome de um dos principais convidados: o rabino Michael Marmur. Marmur é vice-presidente para Assuntos Acadêmicos no Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion. Anteriormente, ele atuou como reitor da Hebrew Union College - Jewish Institute of Religion, em Jerusalém. Nos últimos anos ele tem ministrado cursos em Teologia, Homilética e Educação Judaica Pluralista.


Rabino Michael Marmur
 
 Lideranças da WUPJ visitam comunidades liberais da América Latina

O encontro do Board of Governors da Jewish Agency for Israel (JAFI-BOG) que será realizado em novembro, na Argentina, terá a presença de importantes lideranças da WUJP internacional. Já confirmaram presença o chairman Mike Grabiner; o presidente da instituição, rabino Stephen Fuchs; Rabino Joel Oseran, vice-presidente para desenvolvimento internacional da WUPJ e Stephen Breslauer, membro honorário do conselho executivo da WUPJ e co-chairman do grupo Yad B' Yad Task Force, que busca incentivar atividades das congregações da América Latina. Os representantes da WUPJ aproveitarão a oportunidade para visitar outras comunidades progressistas da região, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil.

 
 De cara nova na internet

A WUPJ Latin America fez uma reformulação no seu site, buscando ampliar as informações disponíveis, com uma área para notícias, a relação das instituições afiliadas e textos que transmitem nossos valores sobre o judaísmo progressista.

O endereço eletrônico continua sendo www.wupj-latinamerica.org/ e o conteúdo está disponível em português, espanhol e inglês. O novo visual foi elaborado pelo designer Rogério Weikersheimer (www.rogerweikers.com), responsável pela área de design gráfico da equipe de comunicação da WUPJ Latin América.

 
 Participantes de seminário destacam vivência judaica e aprendizado

Confira o depoimento de representantes de instituições afiliadas à WUPJ Latin America que participaram em julho do "The Bergman Seminar for Progressive Jewish Educators", em Israel, promovido pelo "The Anita Saltz International Education Center".

"O curso foi intenso, tanto no conteúdo, como nas vivências e na metodologia. Algumas aulas, como de história, literatura, ou Tanach, eram dadas em campo aberto, nos lugares em que os eventos descritos aconteceram. O estudo se transformou, assim, em parte de nós mesmos. Outro aspecto importante foi o intercâmbio entre os próprios professores participantes, que vieram de diversos lugares do mundo. Foi para mim uma grande oportunidade de abrir para a nossa escola uma janela ao mundo, já que este será um contato contínuo para intercâmbio de ideias, material e experiências com estas comunidades", Miriam Gerber, coordenadora da Escola Lafer da Congregação Israelita Paulista (CIP).

"A viagem envolveu uma turnê por lugares de Israel, com enfoques de épocas direrentes, abordagens de diversas áreas do conhecimento (literatura, arqueologia, arte), e com análises de fontes de estudos distintas (textos bíblicos, literatura talmúdica e da realidade nacional contemporânea). Fizemos uma reflexão sobre o lugar de Israel no desenvolvimento do currículo para instituições de ensino e compartilho alguns pensamentos. Israel é parte integrante da experiência do desenvolvimento da identidade judaica oferecida pelas escolas. Israel é um símbolo poderoso que as escolas devem usar para se tornar instituições judaicas. Trabalhos sobre a entidade judaica vão ajudar os alunos a saber quem eles são", Ruth Kraselnik, do Kol Shearith Israel, do Panamá.

 

"Um dos pontos mais importantes foi a possibilidade de troca de experiências entre os educadores judaicos dos vários países participantes, além da discussão sobre os desafios atuais do ensino judaico, sobretudo fora de Israel. Durante o encerramento do seminário, foi realizado um almoço com a presença de lideranças da WUPJ, onde foram discutidos vários aspectos sobre o movimento progressista e o ensino judaico. Os representantes da WUPJ se colocaram à disposição para dar suporte às comunidades e escolas, seja pela disponibilidade de material informativo, seja pela formação de fóruns permanentes de troca de experiência.

"Na minha opinião, os destaques do seminários foram três coisas específicas que tornaram o encontro muito interessante e significativo. Primeiro de tudo, os grandes mestres, madrichim, que tinham tanto connhecimento. A segunda coisa mais importante e que nos fez "sentir" tudo o que aprendemos foi o fato de estar no lugar em que tudo aconteceu, aprendendo, estudando em cada lugar, cada história, o personagem. Finalmente, a interação que houve com nosso grupo de educadores de todo o mundo, a partilha de opiniões diferentes fez o seminário muito mais completo e rico", Eva Romarowski, professora de Estudos Judaicos na Escola Comunitária Arlene Fern, da Fundación Judaica, de Buenos Aires, na Argentina.

A participação no Seminário Bergman, me deu uma visão muito melhor sobre Israel, seus contrastes, sua história, o sionismo. Assim, me permitiu ter muito mais clareza sobre os desafios postos para a educação judaica fora de Israel, inclusive para o fortalecimento do judaísmo liberal".

Selma Rodrigues de Castilho, coordenadora dos programas educacionais da Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI-RJ).

 
 Trabalho de líder da WUPJ em prol do povo judeu é reconhecido

Jerry Tanenbaum, chair do grupo Yad B'Yad Task Force da WUPJ, responsável por apoiar ações na América Latina desde 2002, recebeu recentemente o prêmio Serut L'Am das mãos do rabino David Ellenson, presidente do Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion (HUC-JIR), que instituiu a condecoração para reconhecer os serviços prestados pelos homenageados ao povo judeu. A cerimônia de premiação ocorreu no Isaac M. Wise Temple, em Cincinnati (EUA). O prêmio foi entregue há seis pessoas, entre elas a cantora Debbie Frideman (z"l) e Ilene e Stanley Gold.

Tanenbaum foi escolhido justamente por seu trabalho à frente do Yad B'Yad Task Force e de seu histórico na WUPJ, onde faz parte de diversas comissões desde 1988. Outro projeto que tem seu forte envolvimento é o Shomrei Torá, criado com o objetivo de solicitar às congregações com muitas Torot que façam uma doação a alguma congregação que não tenha condições de adquirir sua própria Torá.

"O programa Shomrei Torá é um serviço maravilhoso que ele tem realizado com nosso povo", afirmou o rabino David Ellenson.


(e-d) Rabino David Ellenson, presidente do HUC-JIR entregando o premio a Jerry Tanenbaum, chairman do Yad B'Yad Task Force. Rabino Gary Zola, diretor executivo do American Jewish Archives.

 
 WUPJ apoia manifestações em Israel


IMPJ - Sukkat Tzedek em Tel Aviv

O mundo inteiro acompanhou as notícias sobre os protestos de milhares de israelenses que saíram às ruas nos últimos meses para protestar contra os custo de vida. A WUJP, o Israel Movement for Progressive Judaism (IMPJ) e o Israel Religious Action Center (IRAC) apoiaram oficialmente as manifestações.

A WUPJ emitiu um comunicado a todos os seus membros, afirmando que "mais de 300 mil israelenses, jovens e idosos, pobres e ricos, religiosos e seculares, de diretia e esquerda, se uniram para mostrar que Israel não deve ser apenas um Estado judeu, mas o Estado onde os judeus vivem de maneira digna e acessível. Estamos assistindo não a um episódio político, mas a uma exigência de justiça social".

A carta, intitulada "Listening to the Voices of the People in Israel: Reflections on Tisha B'Av", foi assinada pelas principais lideranças da WUPJ e pode ser lida na íntegra neste link (em inglês).

 
 Projeto Torá ao redor do mundo

A WUPJ iniciou o projeto "Torah - from around the world", que tem como objetivo apresentar visões e interpretações de lideranças religiosas do Judaísmo Progressista em todo o mundo das porções semanais da Torá.

"Com essa nova iniciativa, é possível oferecer uma conexão global com todos os nossos rabinos e estudiosos", afirmou o rabino Rich Kirschen, diretor do "The Anita Saltz International Education Center" e idealizador do projeto.

Segundo ele, "toda semana teremos um professor diferente desvendando o significado e a relevância da parashá com textos modernos sob a perspective do Judaísmo Progressista". Brasil – O líder religioso da Sociedade Israelita Brasileira de Cultura e Beneficência (SIBRA), Guershon Kwasniewski, de Porto Alegre, escreveu um comentário sobre a parashá Devarim, em agosto, para o projeto "Torah - from around the world".

"É bom que em outras partes do mundo saibam que existimos. Nada melhor que fazer isso com o nosso próprio trabalho. É muito bom que os nossos congregantes saibam e sintam que fazem parte da WUPJ", afirmou Kwasniewski.

 
 Pequenas comunidades da Argentina em destaque

A Associación Israelita de las Pampas (AIP), com sede em Coronel Suárez, na província de Buenos Aires, na Argentina, foi fundada em 2003 por um norte americano com o objetivo de, juntamente com uma equipe de profissionais treinados em diferentes áreas, assegurar um suporte para atividades religiosas, educacionais e sociais para as famílias judaicas que vivem em regiões em que não existe uma infraestrutura comunitária.

Realizou em março daquele ano o primeiro encontro com representantes de pequenas comunidades judaicas do interior do país. Participaram da reunião delegações de Bahía Blanca, Bernasconi, Carhué, Coronel Pringles, General Pico, Pigüé, Rivera y Santa Rosa. Este encontro foi um marco na existência da AIP.

A ideia é atender às necessidades específicas de cada indivíduo, família ou comunidade, dando-lhes a oportunidade de se tornarem protagonistas na preservação e transmissão dos valores judaicos. O crescimento da AIP é constante e já são mais de mil famílias do interior da Argentina que particpam de suas atividades. Mais detalhes através do site www.aip.org.ar.

 
 Convenção da UJCL comemora bar-mitzvá pensando nos adultos

A União Judaica das Congregações da América Latina e Caribe (UJCL) realiza de 25 a 29 de janeiro de 2012 sua 13ª convenção, na cidade de Guadalajara, no México. O tema do encontro será "Judaísmo para Adultos – perguntas difíceis, respostas sinceras".

O evento reúne as principais instituições judaicas progressistas, liberais e do movimento Masorti de toda a região e também representantes dos Estados Unidos. Além da WUPJ, já confirmaram presença o Joint Distribution Committee, Congresso Judaico Latino-Americano, B'nai B'rith, e Masorti Olami.

A convenção pretende abrir espaço para reflexão e troca de experiências, para que todos os participantes possam compartilhar não apenas seus projetos, mas também seus desafios e dilemas.

Os organizadores do encontro fecharam um acordo com a COPA Airlines que prevê desconto de 15% nos vôos para Guadalajara ou Cidade do México no período da convenção. Para ter direito ao abatimento, é preciso informar o código C3592 (para Guadalajara) e C3615 (para Cidade do México). O site da companhia aérea é www.copaair.com.

A conveção será realizada no NH Hotel e mais informações podem ser obtidas pelo e-mail ujcl2012@gmail.com.

 
 Revista Devarim ganha nova edição

A edição número 15 da Revista Devarim, publicação que existe há cinco anos pela ARI - Rio de Janeiro foi lançada no início do mês de setembro. A revista é dedicada ao pensamento judaico da atualidade e distribuída gratuitamente para todos os que enviam um mail com nome, endereço postal e informação de onde tomaram conhecimento da revista para devarim@arirj.com.br.

O conteúdo integral de todos os números da revista pode ser consultado na internet a partir do endereço http://www.docpro.com.br/devarim/.

 
 Seminário Beutel de Liderança – restam poucas vagas para 2012

Restam poucas vagas para o 10º Seminário Beutel de Liderança anual, um importante encontro de dez dias promovido pelo "Anita Saltz International Education Center", da WUPJ, em Israel, destinado a promover a liderança judaica progressista. O seminário acontecerá de 12 a 23 de janeiro de 2012, na sede da WUPJ, em Jerusalém.

O encontro tem como público-alvo líderes reformistas leigos e ativistas das instituições ligadas à WUPJ que estão comprometidos a trabalhar nas suas sinagogas e comunidades nos próximos anos. Além de desenvolver habilidades de liderança, o seminário oferece a oportunidade de estudar textos antigos e história, discutir questões políticas e sociais atuais e explorar caminhos espirituais no contexto do Judaísmo Reformista e Progressista. Os candidatos devem ter fluência em inglês e serem recomendados por um rabino local. Mais informações podem ser obtidas neste link. Depoimentos de participantes do seminário em 2010, inclusive da América Latina, mostram que vale a pena participar. Confira no link http://youtu.be/Jz1fNErmPE4.


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org