Edição # 50 – Julho de 2011 / Sivan-Tamuz de 5771 

 Ministro israelense visita SP

A comunidade judaica de São Paulo recebeu em maio último o ministro da Indústria, Comércio e Trabalho de Israel, Shalom Simchon, que também participou de encontros com empresários e políticos brasileiros.

Durante sua passagem pela cidade, Simchon foi recepcionado por um grupo de representantes da Congregação Israelita Paulista, composto por Luiz Gross, primeiro vice-presidente; Sérgio Kulikovsky, vice-presidente de judaísmo; Eduardo Zylberstajn, presidente do conselho deliberativo da entidade; André Wajnberg, sheliach da CIP; e o rabino Michel Schlesinger.

A conversa tratou de temas relacionados à religião, sionismo e política israelense. "Falamos sobre questões como o reconhecimento de movimentos não ortodoxos pelo Estado de Israel e também sobre os desafios de fazer parte de uma coligação que tem ideologias opostas, com os partidos Israel Beiteinu, Shas and Likud de um lado e, de outro, o Avodá e Azmaut", conta Zylberstajn, responsável pela organização do encontro a pedido da WUPJ.


(D-E): André Wajnberg, sheliach in São Paulo; Sérgio Kulikovsky, vice-presidente, CIP; Eduardo Zylberstajn, presidente do Conselho da CIP; Luiz Gross, vice-presidente, CIP; Ilan Sztulman, Consul de Israel em São Paulo; Ministro Shalom Simchon; Rabino Michel Schlesinger da CIP; [ttradutora]; e Aliza Cohen, assessora do Ministro.
 
 Union for Reform Judaism (URJ) tem novo presidente

Rabino Jacobs

O rabino Richard Jacobs foi eleito por unanimidade presidente da Union for Reform Judaism (URJ), pelo Conselho de Curadores da instituição nos Estados Unidos. Atualmente, Jacobs atua como rabino sênior do Templo Reformista Westchester, em Scarsdale, NY, e vai assumir o novo cargo em 2012.

O rabino demonstra segurança quanto à sua experiência congregacional. "Acredito mais do que nunca que sinagogas jovens são a chave para o futuro judaico. Eu serei o primeiro presidente da URJ que passou décadas como um rabino congregacional. Sinagogas são o que eu conheço e amo", disse.

Jacob será a quarta pessoa a ocupar a presidência da URJ desde a sua criação, em 1943. Seus antecessores foram os rabinos Maurice Eisendrath, Alexander Schindler e Eric Yoffie.

 
 Comunidade de Belém recebe novo Sefer Torá


Rabino Ruben Sternschein, da Congregação Israelita Paulista (CIP), entrega a Torá para a Congregação Essel Abraham, em Belém do Pará

A Congregação Eshel Abraham, de Belém, no Pará, recebeu no último dia 12 de junho um novo Sefer Torá, doado pelo casal Nilma e Davi Igdallof em parceria com a WUPJ-LA, a Associação Israelita dos Pampas (AIP-Argentina) e CONIB (Confederação Israelita do Brasil). O Sefer escolhido segue os costumes do rito sefaradi e com um manto confeccionado especialmente para esta sinagoga.

A cerimônia de entrega foi conduzida pelo rabino Ruben Sternschein, da Congregação Israelita Paulista, que fez uma analogia da parasha da semana, lida na ocasião, com a viagem do Sefer Torá e a transmissão do conhecimento e aproximação dos povos.

As crianças receberam um certificado de kashrut do Sefer Torá e todos participaram de uma "chuva de bombons", cantando e dançando.

Como a celebração coincidiu com o Dia dos Namorados no Brasil, o rabino ainda falou sobre a família e o amor aos nossos semelhantes. A data também inspirou o jantar festivo realizado na sede social do Centro Israelita do Pará, que teve o tema "O amor está na Torá".

A presidente do Centro Israelita do Pará, Iana Pinto, destacou a importância do Sefer Torá para assegurar a transmissão dos valores judaicos para as novas gerações e agradeceu à WUPJ-LA e ao casal Igdallof.


Comunidade judaica paraense comemora o recebimento da Torá

 
 AL terá novos rabinos reformistas em breve

Atualmente, três pessoas que integram entidades afiliadas da WUPJ na América Latina estão fazendo cursos no Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion, com campi em Israel e EUA, onde se formam os rabinos reformistas. Uri Lam e Beni Wajnberg, do Brasil; e Tati Schagas, da Argentina, participam de programas do HUC-JIR. O argentino Jordán Raber dará início à formação rabínica em outubro.

Raber conta que nasceu em uma família de classe média de Buenos Aires e, mais do que frequentar instituições da comunidade judaica, teve contato com os valores judaicos na própria casa, com uma influência muito grande dos ensinamentos de seu avô. Ele iniciou o trabalho comunitário no Gran Templo de Paso, como assistente rabínico. Em seguida, passou a trabalhar na Congregación Israelita de la República Argentina, a primeira sinagoga do país e ponto de partida para o surgimento de boa parte das instituições judaicas argentinas.

“Quanto mais eu me envolvia em trabalhos comunitários, maior era a sensação de que muitos dos problemas da comunidade judaica da Argentina não seriam resolvidos sem o advento de uma nova perspectiva sobre o judaísmo, uma experiência nova que consiga renovar e fornecer energias ao modelo obsoleto da comunidade local mantido há quatro décadas. Após um processo de busca exaustiva, percebi que não poderia encontrar essa nova concepção do judaísmo, mas continuar minha formação rabínica em Israel, junto com o movimento progressista, cuja principal instituição é o HUC-JIR, onde tenho a honra de iniciar meus estudos em outubro”, conclui Raber.

Há três anos Uri Lam, assistente do rabinato da Congregação Israelita Paulista, chegou a Israel para estudar no HUC-JIR em 2008. Ele recorda que, no início, as coisas não foram muito fáceis. “Havia um problema crônico de falta de informação e até mesmo falta de experiência da parte do HUC sobre como orientar um estudante latino-americano, quais as condições exigidas na formação acadêmica e quanto aos custos do curso em si mesmo. Tínhamos que chegar a um acordo a oito mãos que fosse bom para a Congregação Israelita Paulista, a WUPJ Latin America, o HUC Jerusalém e eu. Apesar das dificuldades em coordenar todos os interesses, o esforço valeu a pena”.

Em paralelo com os estudos, Uri segue trabalhando para a CIP à distância, via internet; e, além disso, passa cerca de três meses por ano no Brasil. Sobre o trabalho que terá pela frente como rabino reformista, ele não foge de suas responsabilidades e incentiva que mais pessoas sigam o mesmo caminho. “Quando iniciei meus estudos rabínicos em Jerusalém, um dirigente da comunidade judaica paulistana me perguntou quantos brasileiros estavam se preparando para se tornarem futuros rabinos reformistas no HUC? Na época, respondi que havia somente eu – dois anos depois, também Beni Wajnberg iniciou seus estudos rabínicos, no programa norte-americano do HUC. Este dirigente então comentou que a necessidade em nossa região exigia que pelo menos mais 10, 20, 50 lideranças religiosas partissem para sua formação rabínica. Estou convicto e otimista de que com bom planejamento, comunidades do sul ao norte do Brasil podem e devem investir na formação de suas próprias lideranças religiosas e comunitárias – rabinos e rabinas, chazanim e chazaniot, morim e morot, líderes comunitários – que darão um novo impulso à vida judaica no Brasil e na América Latina como um todo”.

 
 Brasil é destaque no movimento Netzer Olami

O informativo do movimento juvenil Netzer Olami, que congrega programas para jovens das instituições afiliadas à WUPJ, destacou em sua última edição a oficialização de um snif (sede) em São Paulo.

A publicação também traz uma página inteira dedicada às atividades realizadas no Brasil, com um texto assinado pela madrichá Olívia Birman Haiat, da Congregação Israelita Paulista. Ela enfatiza o método de educação não formal adotado nos acampamentos de férias com o objetivo de compartilhar os valores judaicos com os chanichim. Em suas doze páginas, o jornal, intitulado Kol Netzer apresenta ainda informações sobre atividades desenvolvidas pelo movimento juvenil em Israel, EUA, Reino Unido, Austrália, Canadá, África do Sul e Alemanha. Link para PDF


Netzer Brasil

 
 Rabino Sergio Bergman é eleito vereador em Buenos Aires


Rabino Sergio Bergman

O rabino Sergio Bergman foi eleito vereador de Buenos Aires, encabeçando a lista do PRO (Propuesta Republicana), que foi a mais votada, tendo recebido quase 45% do total de votos. Recentemente, Bergman também teve importante papel nos debates da disputa pela prefeitura da capital argentina. Bergman criou a Fundación Argentina Ciudadana, que protesta contra a impunidade nas investigações do atentado à AMIA (Associación Mutual Israelita Argentina), ocorrido em julho de 1994. Ele também atua como rabino da Congregação Israelita da República Argentina.

O novo vereador de 49 anos, é casado e tem quatro filhos. Ele é formado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica de Buenos Aires, ordenado rabino em 1992, possui mestrado em educação "Suma Cum Laude" na Universidade Hebraica de Jerusalém, mestrado em literatura rabínica no Hebrew Union College, e mestrado em estudos judaicos no Jewish Theological Seminary.

 
 Seminário Beutel de Liderança abre inscrições para 2012


2005


2006

O Anita Saltz International Education Center, da WUPJ em Israel, está aceitando inscrições para o 10º Seminário Beutel de Liderança anual, um importante encontro de dez dias destinado a promover a liderança judaica progressista.

O encontro tem como público-alvo líderes reformistas leigos e ativistas das instituições ligadas à WUPJ que estão comprometidos a trabalhar nas suas sinagogas e comunidades nos próximos anos. Além de desenvolver habilidades de liderança, o seminário oferece a oportunidade de estudar textos antigos e história, discutir questões políticas e sociais atuais e explorar caminhos espirituais no contexto do Judaísmo Reformista e Progressista.

O seminário acontecerá de 12 a 23 de janeiro de 2012 na sede da WUPJ em Israel e são disponibilizadas 22 vagas. Os candidatos devem ter fluência em inglês e serem recomendados por um rabino local. Mais informações podem ser obtidas neste link.


2008


2010

 
 Congregação Israelita Paulista promove espetáculo pela paz

O grupo israelense The Voices of Peace Choir e a cantora brasileira Fabiana Cozza realizam um espetáculo pela paz e pela coexistência pacífica entre diferentes povos e culturas no dia 22 de agosto, no Teatro Bradesco, em São Paulo, Brasil.

The Voices of Peace Choir é um coro formado por vinte jovens muçulmanos, cristãos e judeus com idades entre 12 e 18 anos que freqüentam o Centro Comunitário Árabe-Judaico em Iafo, cidade vizinha a Tel Aviv.


The voices of Peace choir

Junto com a cantora Fabiana Cozza, uma das revelações da música brasileira contemporânea, os adolescentes serão acompanhados por uma orquestra de câmara com direção do maestro Marcelo Ghelfi.

A apresentação faz parte das comemorações do 75º aniversário da CIP e terá caráter beneficente. Toda a renda do espetáculo será destinada à continuidade das atividades da CIP voltadas à congregação e de suas ações sociais (Lar das Crianças, Bolsa de Empregos, Clube das Vovós Lotte Pinkuss e Projeto Vida Chai, entre outros).

Os ingressos já estão à venda através do Ingresso Rápido e na bilheteria do teatro, que fica na rua Turiassú 2100 (Bourbon Shopping, 3° piso). Informações pelos telefones +55-11-3670-4100 e +55-11-4003-1212.

 
 Encontro reúne comunidades da América do Sul, América Central e Caribe

Já está sendo organizada a 13ª Convenção da União Judaica das Comunidades da América Latina e Caribe (UJCL), marcada para o período de 25 a 29 de janeiro de 2012, na cidade de Guadalajara, no México. O tema principal será:

"Judaismo para Adultos: Perguntas Complexas,
Respostas Sinceras
"

 

Os organizadores esperam refletir e buscar respostas concretas para a complexa realidade da região, tratando de assuntos como educação; tzedaká; juventude; antissemitismo; Israel e a diáspora; correntes religiosas judaicas: identidade e pertinência; eecursos tecnológicos e administrativos; prédica e teologia; diálogo inter-religioso; liderança; judeus na sociedade civil; e conversões. Mais informações estão disponíveis no site www.ujcl.org.

 
 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina – Anote na agenda!

Buenos Aires, na Argentina, será o palco da quarta Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, entre os dias 8 e 12 de agosto de 2012. O encontro vai mostrar como o judaísmo latino-americano está cada vez mais forte e vibrante, repetindo o sucesso dos encontros anteriores, em São Paulo (2004), Punta del Este (2006) e Rio de Janeiro (2008).

As conferências da WUPJ são oportunidades maravilhosas para o estreitamento de pontes entre as comunidades e, principalmente entre os indivíduos, voluntários e profissionais, que convivem nas comunidades. Mas elas são muito mais que meras oportunidades de troca de experiências, elas são poderosas usinas de aquisição de conhecimento sobre judaísmo.

O time de conferencistas que a WUPJ reúne em cada conferência é simplesmente inigualável. E a convivência com estes expoentes é um fator de grande enriquecimento para todos os que participam das conferências. Ainda não temos a confirmação dos conferencistas em Buenos Aires 2012, mas podemos garantir que serão do mais alto nível!


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org