Edição # 49 – Junho de 2011 / Tamuz de 5771 

 Prêmio para projeto na América Latina e doações de torot

Jerry Tanenbaum, presidente do grupo Yad B'Yad Task Force da WUPJ, responsável por apoiar ações na América Latina desde 2002, foi condecorado dia 19 de maio com o prêmio Sherut L'Am oferecido pelo Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion (HUC-JIR), em Cincinnati (EUA).

O prêmio reconhece os serviços prestados pelo homenageado para a instituição que criou a condecoração ou para o povo judeu. Já foram agraciados com o Sherut L'Am a cantora Debbie Frideman (z"l) e Ilene e Stanley Gold.

Tanenbaum foi escolhido justamente por seu trabalho à frente do Yad B'Yad Task Force e de seu histórico na WUPJ, onde faz parte de diversas comissões desde 1988. Outro projeto que tem seu forte envolvimento é o Shomrei Torá, criado com o objetivo de solicitar às congregações com muitas Torot que façam uma doação a alguma congregação que não tenha condições de adquirir sua própria Torá.

"O programa Shomrei Torá é um serviço maravilhoso que ele tem realizado com nosso povo", afirmou o rabino David Ellenson, presidente do HUC-JIR.


De longa data líder da WUPJ Jerry Tanenbaum (à direita), com representantes da Congregação Shir Hadash de Los Gatos, Califórnia, entrega a Torá destinada a uma congregação judaica progressista para o presidente do IMPJ Yaron Shavit (frente, à esquerda) e diretor-executivo rabino Gilad Kariv (parcialmente oculto).

 
 Encontro da Organização Sionista Mundial no Rio

A Organização Sionista Mundial promoveu em abril, no Rio de Janeiro, seminário que reuniu representantes de Federações Sionistas e jovens ativistas da Argentina, Brasil, Costa Rica, México, Peru, Uruguai e Venezuela.

O objetivo, além da habitual troca de informações e experiências, foi o de apresentar a nova estrutura do Departamento de Atividades Sionistas para a


(E-D) Gerardo Stuczynski (Presidente CoSLA), Ofer Laufman (Pres. Dept. para diáspora da OSM), Andy Faur (Diretor para Ibero-América da OSM), Sergio Rosenboim (Diretor para Brasil da OSM), Sarita Schaffel (Presidente FIERJ), Osias Wurman (Cônsul Honorário de Israel no RJ


Jovens participantes do Seminário

Diáspora, aprovada no último Congresso Sionista; os principais projetos e seus novos dirigentes - Gusti Yehoshua Braverman e Ofer Laufmam (leia mais na nota "ARI-RJ movimenta comunidade carioca").

Também foram discutidos temas como a participação da juventude na vida comunitária, a atual situação dos conflitos no Oriente Médio, a política de relações exteriores de Israel e a integração do judeu na sociedade como um todo.

Estiveram presentes ainda o Cônsul Honorário de Israel no Rio de Janeiro, Osias Wurman; a presidente da Federação Israelita do Rio de Janeiro, Sarita Schaffel, que apresentou um resumo da vida judaica no Brasil; e o novo diretor para o Brasil da OSM, Sergio Rosenboim. A WUPJ-LA esteve representada pelo peil Eduardo Catap, que participou do seminário.

ARI-RJ movimenta comunidade carioca


(E-D) Dr. Daniel Klabin, cuja família doou a Torá, Evelyn Milsztajn, presidente da ARI, Rabino Sergio Margulies, Guilherme Levy, ex-presidente da ARI, e um dos homenageados em escrever uma das últimas nove letras, o Rabino israelense Gustavo Surazski, especialmente para o preenchimento das últimas letras e Rabino Dario Bialer.

A Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI-RJ) recebeu um novo Sefer Torá doado pela família Klabin em abril. A cerimônia foi conduzida pelos rabinos Sergio Margulies e Dario Bialer, com a participação do rabino israelense e sofer Gustavo Surazski. A festa contou com a presença maciça dos membros da ARI e de vários ex-presidentes, inclusive do decano, Dr. Guilherme Levy. A Presidente da ARI, Evelyn Milsztajn, falou da importância deste Sefer Torá, o primeiro a ser recebido pela instituição depois de 40 anos. Foi um momento de grande alegria que demonstra a vitalidade da congregação, sobretudo um ano antes de celebrar os 70 anos de sua fundação.

Palestra

O psicanalista e professor da Sorbonne Fábio Landa proferiu, na ARI-RJ, a palestra "A presença da Shoá nos dias de hoje: testemunhar ou a busca desesperada e decidida de qualquer amigo".


(E-D) O palestrante Fábio Landa, rabino Sergio Margulies, da ARI, e Danielle Calirman Joory, da Comissão de Cultura da sinagoga.
Visita

Gusti Yehoshua Braverman, Diretora do Departamento de Atividades Sionistas para a Diáspora da Organização Sionista Mundial (OSM) e ex-diretora Geral do Israel Movemente for Progressive Judaism (IMPJ), e Ofer Laufman, também diretor recém-empossado da OSM, participaram do Cabalat Shabat na ARI-RJ. Na ocasião, Gusti proferiu inspirada prédica a convite do rabino Sergio Margulies, trazendo importante mensagem do ARZENU e da OSM.


E-D: Helio Koifman - Vice - presidente da FIERJ, Ofer Laufman - OSM, Evelyn Milsztajn - Presidente da ARI. Gusti Yehoshua Braverman - OSM, Rabino Sergio Margulies - ARI, Cecília Cohen - slichá da Chazit, Nelson Kuperman - Presidente da Chazit Mitkademet/ARZENU Brasil, Diane Kuperman - Diretora da Fierj para o Diálogo Inter Religioso

 
 Young Jewish Connections ao sul do Brasil

Aproximadamente 50 jovens participaram do primeiro Young Jewish Connections, encontro voltado para integrantes da comunidade judaica com idade entre 20 e 35 anos, residentes nos estados do Sul do Brasil, que aconteceu no início de junho, no Plaza Itapema Resort, na cidade de Itapema, em Santa Catarina.

Logo após a abertura oficial, na sexta-feira, foi realizada a cerimônia de Cabalat Shabat ao ar livre, sob a luz das estrelas, com prédicas dos idealizadores da atividade, o líder religioso Guershon Kwasniewski, da SIBRA-Porto Alegre, e o rabino Pablo Berman, do CIP-Curitiba.

Na manhã de sábado, houve um debate sobre o conteúdo da parashá da semana à beira das piscinas do hotel. Na sequência, os participantes foram brindados com uma palestra ministrada por Arthur Grynbaum, presidente de O Boticário, que falou sobre judaísmo e empreendedorismo.

Os jovens ainda tiveram a oportunidade de conversar com as shlichot da Agência Judaica de Intercâmbio Cultural, Gaby Glasman e Deby Grinberg, que apresentaram os programas de estudos em Israel e outros projetos.

No sábado à noite contou com uma palestra do jornalista Renato Aizenman, coordenador do projeto de "Hasbará Israel na Web". Logo em seguida, Eduardo Catap, representante da WUPJ-LA, apresentou o TaMaR Olami, movimento juvenil progressista.

A programação terminou com uma balada na boate do hotel, com direito a música ao vivo, DJ e concurso de coquetéis.

No domingo, houve a finalização do evento, com distribuição de brindes, sorteio de sidurim e camisetas, a certeza de que o projeto deve ter continuidade e a vontade de que uma segunda edição do Young Jewish Connections não demorará para acontecer.

 
Seminário reúne educadores da WUPJ em Israel

Representantes da WUPJ vão participar do "The Bergman Seminar for Progressive Jewish Educators", em Israel, de 14 a 24 de julho. O encontro combina aulas, leitura de textos e visitas a diversos locais onde o conteúdo dos cursos pode ser vivenciado na prática. O currículo multidisciplinar inclui conceitos relacionados à cultura, espiritualidade, linguagem, história e memória, além de tratar dos temas comuns e das diferenças das comunidades judaicas em Israel e na Diáspora. Também serão explorados os três componentes centrais da existência judaica: o povo judeu; a Torá e o Estado de Israel.

Os participantes ainda serão estimulados a trocar experiências, mantendo contato mesmo após a conclusão do curso, organizado pelo "The Anita Saltz International Education Center", que espera representantes de instituições afiliadas à WUPJ em 42 países. Da América Latina, estarão presentes Eva Romarowski, professora de Estudos Judaicos na Escola Comunitária Arlene Fern, da Fundación Judaica, de Buenos Aires, na Argentina; Miriam Gerber, coordenadora da Escola Lafer da


WUPJ headquarters em Jerusalem

Congregação Israelita Paulista (CIP); Selma Rodrigues de Castilho, coordenadora dos programas educacionais da Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI-RJ); e Ruth Kraselnik, do Kol Shearith Israel, do Panamá.

 
 Atividades do Programa Alcance
Comunidades recebem visita do rabino Clifford M. Kulwin

A WUPJ-LA, em parceria com a Confederação Israelita do Brasil (Conib), recebeu o rabino Clifford M. Kulwin, que participou de atividades com as comunidades judaicas de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Brasília.

Kulwin é líder rabino do Temple B'nai Abraham, em New Jersey, desde 1999. Ele já atuou em diversas comunidades afiliadas à WUPJ em todo o mundo, inclusive na ARI-RJ. Seu trabalho muitas vezes foi facilitado pelo fato de ser fluente, além do inglês, em hebraico, espanhol, francês, e português. O rabino ainda escreve artigos para os jornais New Jersey Jewish News e Star-Ledger.

Em São Paulo, entre outras atividades, o rabino participou de um econtro com dirigentes da CIP, onde abordou os temas "O espírito de pertencer - como atrair e manter sócios"; "Relacionamento: ativistas x profissionais - como integrar as diversas áreas visando um relacionamento saudável e pró-ativo"; e "Comprometimento: a necessidade de comprometimento e dedicação de diretores e coordenadores". Ainda na capital paulista, Kulwin participou de um seder de Pessach comunitário no Centro da Cultura Judaica.


(E-D) Robin e Clifford Kulwin, José Frenkiel

Na ARI-RJ, a programação da visita inclui a participação em um Cabalat Shabat e, no sábado, o rabino fez o estudo da Torá durante o kidush que se segue ao serviço matinal de Shabat. Ele ainda participou da gravação de uma entrevista para o programa "Comunidade na TV", da Federação Israelita do Rio de Janeiro (Fierj).

A celebração de Pessach também marcou a passagem do rabino Kulwin por Fortaleza, onde participou de um seder comunitário organizado pela Sociedade Israelita do Ceará (SIC), com a presença de mais de cem pessoas.

Na Associação Cultural Israelita de Brasília (ACIB), o rabino conheceu a sinagoga, o projeto das futuras instalações da comunidade brasiliense e o cemitério. Também teve a oportunidade de ver outros templos, como a imponente mesquita da capital brasileira. Durante a visita, Kulwin ainda concordou com os representantes da ACIB de que é necessária a contratação de um rabino fixo para que a instituição tenha condições de atrair mais associados.
ACIB/Brasília
Seder de Pessach na AIC


(E-D) Julia Guivant, presidente da AIC, Iete Arruda Salome e Guershon Kwasniewski, da SIBRA

O líder espiritual da Sibra-RS, Guershon Kwasniewski, por iniciativa da WUPJ e da Confederação Israelita do Brasil (Conib), conduziu o seder comunitário de Pessach da Associação Israelita Catarinense (AIC), no Hotel Jurerê Beach Village, em Florianópolis.

"Florianópolis é uma comunidade com potencial que necessita ser assistida. Agradeço pela receptividade e destaco a organização do evento e que me

permitiu realizar o trabalho com total liberdade", disse Kwasniewski, referindo-se especificamente à presidente da AIC, Julia S. Guivant, e à diretora administrativa, Iéte Arruda Salomé.

O líder espiritual também ficou entusiasmado com a participação do público que acompanhou a leitura da Hagadá. "Um momento maravilhoso foi quando as crianças representaram cada uma das pragas com ajuda dos madrichim do Hashomer. O Echad Mi Iodea foi conduzido pela comunidade. Eu simplesmente ofereci o microfone".


Cantando Echad Mi Iodea

Cabalat Shabat em Santos

A mais recente atividade do Programa Alcance foi um animado Cabalat Shabat, no início de junho, na sinagoga Bet Jacob, em Santos, litoral de São Paulo, que possui uma comunidade com aproximadamente 150 pessoas.

O serviço religioso foi conduzido pelo chazan David Leo Eisencraft, acompanhado pelo músico Marcello Frenkiel. Estiveram presentes o presidente da sinagoga Bet Jacob, Jaques Zonis; o presidente da sinagoga Beit Sion, Carlos Homsi; a presidente do Centro Cultural Israelita Brasileiro, Branca Kives Ostronoff e o seu vice-presidente, Ricardo A. Schmitman. A WUPJL-LA foi representada pela sua presidente, Miriam Vasserman, e a FISESP (Federação Israelita do Estado de São Paulo),
pelo o assessor executivo Marcelo W. Secemski.

O Programa Alcance, fruto de uma iniciativa da WUPJ-LA, conta com o importante apoio da FISESP

e tem como principal objetivo apoiar as centros comunitários menores, com a promoção do desenvolvimento do judaísmo, encorajando e facilitando a formação de instituições judaicas progressistas, além de estimular o estudo do judaísmo e o reconhecimento de seu lugar na vida moderna.


(E-D) Jaques Zonis, David Leo Eisencraft, Marcello Frenkiel,
Miriam Vasserman e Marcelo Secemski

 
 4ª Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina - Anote na agenda!

Buenos Aires, na Argentina, será o palco da quarta Conferência das Comunidades Judaicas da América Latina, entre os dias 8 e 12 de agosto de 2012. O encontro vai mostrar como o judaísmo latino-americano está cada vez mais forte e vibrante, repetindo o sucesso dos encontros anteriores, em São Paulo (2004), Punta del Este (2006) e Rio de Janeiro (2008). Save the Date

 
Pedido de desculpas

Passamos por mudanças técnicas e algumas pessoas receberam a última edição da nossa newsletter com problemas que dificultavam a leitura. Pedimos desculpas pelos transtornos e já trabalhamos para saná-los.


World Union for Progressive Judaism - Latin America
http://www.wupj-latinamerica.org
contato@wupj-latinamerica.org