Edição # 105 - agosto de 2016 / Tamuz-Av / 5776.
 WUPJ dá apoio a comunidades
Uma das principais vocações da WUPJ é apoiar as comunidades e criar condições para uma prática inclusiva do judaísmo reformista. Em uma iniciativa conjunta com a Confederação Israelita do Brasil (CONIB) e a Congregação Israelita Paulista (CIP-SP), o rabino Rubens Stersnchein visitou, em junho, comunidades do Nordeste brasileiro.

"Da CIP para o CIP"

Stersnchein passou um final de semana no Centro Israelita de Pernambuco (CIP-PE), para a realização dos serviços religiosos de Cabalat Shabat, Shacharit e Havdalá. "Queremos agradecer o apoio da CIP/SP, da WUJP e da CONIB, que ajudaram a viabilizar esses eventos, e dizer que toda a comunidade judaica do Recife está muito feliz com esta ação. Esperamos que possamos estreitar os nossos laços e fazer mais atividades como estas juntos", afirmou o presidente do Centro Israelita de Pernambuco, Saulo Jacobovitz Bogater.




Educação

Na Sociedade Israelita do Ceará, em Fortaleza, Sternschein realizou reuniões de trabalho com a Diretoria da instituição, com destaque para o desenvolvimento de atividades na área de educação. O rabino também conversou com famílias associadas e ministrou uma palestra, concluindo que "foi um prazer visitá-los neste projeto de unir esforços entre a WUPJ, a CIP, a CONIB e as demais comunidades que podem precisar de nosso apoio. Contem sempre conosco".



 Pesquisa

A WUPJ-LA quer saber sua opinião quanto ao futuro das comunidades judaicas na América Latina e como podemos trabalhar para fortalecer nossos afiliados.

Ajude respondendo esta pesquisa (só demora 5 minutos):
http://bit.ly/wupjla_maisrespostas


 ARI abre as portas para participantes da as Olimpíadas Rio-2016

Milhares de judeus do mundo todo são esperados no Rio de Janeiro durante a realização dos Jogos Olímpicos, de 5 a 21 de agosto.

A Associação Religiosa Israelita (ARI-RJ) convida atletas, integrantes das comissões técnicas e turistas para os serviços religiosos na sua sinagoga.

Website: www.arirj.com.br
Tel: +55-21-2156-0444
E-mail: ari.adm@arirj.com.br

 Guatemala - comunidade Adat Israel - recebe Sefer Torá

Na véspera de Purim, o feriado repleto de alegria e felicidade, nós melhoramos o espirito festivo com um gesto maravilhoso de Anshei Emeth em Pine Bluffs, Arkansas para a Adat Israel na Guatemala: a doação de um rolo da Torá de uma congregação que está fechando para uma comunidade emergente da WUPJ. A presidente da Adat Israel Jeannette Orantes disse o seguinte quando a doação da Torá foi anunciada: "Nós, como comunidade temos visto como, passo a passo, nós temos caminhado, chegando mais perto 'à terra que eu vou lhes mostrar'(Gênesis 12:1). Nós vemos milagre em tudo o que acontece".

A Torá será entregue à Adat Israel pelo Rabino Gene Levy de Little Rock, Arkansas, que tem sido rabino em tempo parcial da Anshe Emeth, e ele será recebido pela rabina voluntária da Adat Israel, Rabina Elyse Goldstein, e representantes da WUPJ, em um culto especial de dedicação em fevereiro de 2017.

 AMIA reúne artistas para cantar em homenagem a vítimas de atentado

Mais de cem cantores de todos diversos gêneros musicais e gerações participaram de um ato na Asociación Mutual Israelita Argentina (AMIA) para relembrar os 22 anos do ataque que deixou 85 mortos e mais de 300 feridos no dia 18 de julho de 1994, em Buenos Aires.

A composição "La Memoria", de Leon Gieco, pede justiça e que a tragédia jamais seja esquecida.

Confira o videoclipe publicado na página oficial da AMIA no Youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=SuSUAElqjvc

 Contra o terrorismo
A WUPJ América Latina repudia as notícias recentes de ataques contra alvos civis em diversas regiões do mundo, incluindo Israel, França, Bangladesh, Alemanha, Japão, Afeganistão, Iraque, Síria e Somália.

É inaceitável atentados terroristas com motivações religiosas, políticas ou de qualquer outra natureza.

Todas as perdas de vida são trágicas, desprovidas de sentido e ofensivas aos mandamentos de Deus. Contudo o assassinato do Padre Jacques Hamel, de 86 anos, enquanto celebrava uma missa em sua igreja na Normandia e o assassinato da jovem israelense de 13 anos Hallel Yafa Ariel, enquanto dormia em sua cama, ultrapassaram todas as medidas. O terrorismo islâmico impõe ao mundo uma ameaça gigantesca e seus líderes não estão conseguindo nem ultrapassar a fase do compreensão. Que dirá da solução.

As congregações afiliadas à WUPJ América Latina estão abertas a todos os que desejarem recitar o kadish em memória às vítimas do terror, de todas as nacionalidades e religiões.

 Mazel Tov, Rabino Adrían Fada!

Depois de concluir os seus estudos rabínicos no Seminário Latinoamericano, e concluindo os mesmos no Majón Schejter de Israel, Adrían Fada voltou para Argentina para regressar a nossa comunidade.

Compartimos junto a ele sua Tekes Hasmachá (ordenação rabínica) no dia 21 de julho e o seu primeiro serviço de Cabalat Shabat como rabino da Judaica Belgrano.

Para nós é um grande orgulho que uma pessoa como Fada, com seu calor humano e comprometimento comunitário, possa seguir empregando os seus conhecimentos e trabalhando como vem realizando nos últimos anos na Fundación Judaica. Desejamos o melhor a nosso Rabino Fada. Mazel Tov!

 O significado de 9 de Av (neste ano, 14 de agosto)
Rabino Ari Bursztein - O 9 de Av é o dia em que se concentra a lembrança das maiores catástrofes da historia do povo judeu, exceto a Shoá, para a qual se dedica um dia de recordação especial. Os exemplos mais ressonantes são:

1. A tradição fixou simbolicamente o dia 9 de Av, quando, como nos é relatado na Torá, os espiões enviados por Moises voltam e logo depois de reportar o que viram semeiam desespero no povo, dizendo que a terra não pode ser conquistada.

2. 586 AEC: o primeiro Templo de Jerusalém é destruído.

3. 70 EC: o segundo Templo de Jerusalém é destruído.

4. 132 EC: queda da cidade de Betar.

5. 1290: expulsão dos judeus da Inglaterra.

6. 1492: expulsão dos judeus da Espanha.

7. 1994: atentado na sede da AMIA no dia após o 9 de Av.
Neste dia de luto, nos juntamos para rezar em comunidade e ler o livro de Eiká (Lamentações) de uma forma especial. A característica mais distintiva do dia é o jejum de sol a sol, único durante o ano que se iguala ao de Yom Kipur. Este jejum nas ultimas décadas foi questionado, já que o 9 de Av aglomera tragédias de diferentes épocas; o núcleo mais singular de todas é a perda da independência nacional do povo judeu quando ficaram à mercê dos povos e dos governantes nos diferentes países de assentamento.

Portanto, a pergunta que deveríamos nos fazer hoje é sobre o significado do 9 de Av em um contexto de uma Jerusalém mais reconstruída do que sempre e um florescimento sem precedentes de um Estado judeu soberano. O Rabino Tuvia Friedman (sogro de Marshall Meyer), propôs a partir das fontes haláchicas do 9 de Av, que tomando em conta as novas circunstâncias, o jejum seja até o meio-dia depois da reza de Minchá, quando de acordo com a tradição começam a diminuir os sinais de luto.